Pesquisar este blog

Sobre o PDD




Quem Escreve/Escreveu o PDD? Como ele Surgiu?
Olá, meu nome é Henrique Perrella Brito, tenho 27 anos atualmente (2015) e o PDD - Perfume do Dia é um projeto de blog inteiramente meu. Eu sempre gostei de escrever e nesses 10 anos de hobbie como colecionador e apaixonado por perfumes acabei desenvolvendo meu lado escritor, que em 2010 pûs em prática ao criar o Bruma Perfumada (nome inspirado na época pela série de livros que eu estava lendo - as Brumas de Avalon). Em 2012 o blog do nome mudou para PDD - Perfume do Dia, para refletir uma dinâmica que eu pretendia colocar em prática, de escrever todo dia um texto sobre um perfume diferente. Na época, eu acabei transferindo os textos para o Facebook e deixando um pouco de lado o blog, motivo pelo qual no início de 2013 eu parei de postar aqui. Entretanto, em 2015 estou retomando a postagem dos meus escritos aqui também.

Esse é um blog profissional? Você recebe para escrever sobre os perfumes que avalia?
Esse é um blog totalmente amador. Meus textos não são rebuscados, nem sei se os chamaria de avaliações. Eles são fotografias do momento em que eu usei determinado perfume, impressões que eu analisei mentalmente enquanto sentia os aromas e que eu tentei dar a melhor forma possível em palavras. Esse blog não recebe ajuda ou material de empresas, no máximo amostras de amigos e conhecidos. Meu objetivo é sempre ter compromisso com a transparência, tentando trazer a sinceridade de forma a evitar ofender alguém.

Por quê não há Top 5 no seu blog?Tops 5 são úteis, mas eu detesto escrevê-los. Eu sou uma pessoa que gosta de pensar nas opções disponíveis, de considerar várias ao mesmo tempo e acho desesperador ter que me limitar a poucas opções, a selecioná-las como as melhores de um conjunto de opções tão boas ou até melhores.

Por quê você não dá notas e não menciona de forma explícita fixação, projeção etc?Enquanto eu acredito que as minhas impressões podem ser úteis para aqueles que lêem entenderem um determinado perfume, eu acredito que critérios como esse são muito subjetivos. Dar notas a um perfume é tentar colocar dentro de um sistema métrico algo que pode ser complexo, belo e difícil de ser mensurado. E os aspectos mencionados - fixação, projeção,  rastro - podem depender de uma série de fatores que não serão os mesmos para mim ou para você - temperatura do ambiente, tipo de pele, forma como o perfume é aplicado. Por isso, prefiro não me comprometer e não induzir meu leitor nesse sentido.