Pesquisar este blog

27 de mar de 2017

DSH Perfumes Dark Moon - Fragrance Review

Português (click for english version):

Talvez a primeira coisa que surpreenda a muitos quando descobrem a existência de Dark Moon é sua classificação: um chypre chocolate. E não estamos tratando de um chypre moderno, e sim de uma estrutura clássica e mais sóbria. Como seria possível então combinar uma nota de apelo mais gourmand dentro de tal proposta?

O fato é que essa criação específica da Dawn surgiu de um dia onde eu, por curiosidade, resolvi criar um tópico em um dos grupos do Facebook para discutir a ideia básica de um perfume chypre e ver o quanto um ainda seria considerado como tal se seus elementos fossem alterados. Eu propus, na época, se não seria possível trocar o musgo de carvalho por uma nota de chocolate e ainda sim ter um aroma que fosse negro e intenso como o de um chypre. A perfumista, que também participava de tal grupo viu minha ideia e se sentiu inspirada a criar, então, o mencionado chypre chocolate. E depois de anos de maturação de como fazê-lo eis que Dawn finalmente lança com um nome perfeito para seu aroma.

É incrível como Dark Moon funciona na pele. Você certamente consegue observar a aura sóbria, misteriosa e confortável que a combinação de labdanum, musgo de carvalho e bergamota criam juntas. Entretanto, elas estão cobertas pelo aroma doce, negro e licoroso do absoluto de cacau, que funciona bem pois ao mesmo tempo que acrescenta um aspecto gourmand a idea também possui um lado mais resinoso que combina perfeitamente com a base chypre ambarada da composição. E por um toque de criatividade e inspirada pelas festividades do Natal, Dawn ainda dá um colorido de bebida e especiarias a composição, tornando-a ainda mais rica. E por último, intriga-me que a perfumista tenha acrescentado, de alguma forma, uma nuances aveludada de couro, um toque especial considerando que essa é uma das minhas notas favoritas.

Certamente Dark Moon não foi feito especificamente para mim, mas ele me toca em sua riqueza vintage e sua aura tão convidativa em temperaturas mais amenas. Dawn é uma maga da perfumaria vintage e em suas criações você tem a impressão de que o tempo nunca passou. Dark Moon é o tipo de composição que a excelente grife Francesa Caron deveria estar lançando. Um Chypre maravilhoso, cheio de sofisticação.

English:

Perhaps the first thing that surprises many when they discover the existence of Dark Moon is its classification: a chocolate chypre. And we are not dealing with a modern chypre, but with a more sober and classical structure. How could it then be possible to combine a more gourmand appeal note within such a proposal?

The fact is that this specific creation of Dawn came from a day where I, out of curiosity, decided to create a topic in one of the Facebook groups to discuss the basic idea of ​​a chypre perfume and see how much one would still be considered as such if its structure was changed. I proposed at that time whether it would not be possible to exchange the oak moss for a note of chocolate and still have an aroma that was black and intense like that of a chypre. The perfumer, who also participated in such a group saw my idea and was inspired to create, then, the chypre chocolate. And after years of maturation of how to do it behold Dawn finally launches with a perfect name for its scent.

It's amazing how Dark Moon works on the skin. You certainly can observe the sober, mysterious and comfortable aura that the combination of labdanum, oak moss and bergamot create together. However, they are covered by the sweet, black, liquorous aroma of the cocoa absolute, which works well because while it adds a gourmand appearance the idea also has a more resinous side that blends perfectly with the chypre amber base of the composition. And for a touch of creativity and inspired by the festivities of Christmas, Dawn still gives a colorful boozy and spicy aura to the composition, making it even richer. And finally, it intrigues me that the perfumer has somehow added a velvety nuance of leather, a special touch considering that this is one of my favorite notes.

Certainly Dark Moon was not made specifically for me, but it touches me on its vintage richness and its aura so inviting in milder temperatures. Dawn is a mage of vintage perfumery and in her creations you have the impression that time has never passed. Dark Moon is the kind of composition that the fine French label Caron should be releasing. A wonderful Chypre, full of sophistication.