Pesquisar este blog

19 de dez de 2016

Natura Humor da Minha Vida - Fragrance Review


Um dos grandes acertos da Natura, a linha Humor completa em 2016 10 anos de existência, sempre pautada por uma abordagem irreverente, colorida e com perfumes que aliam uma boa performance a um custo razoável. A marca decidiu que nesse momento de uma década de existência era hora de dar uma leve repaginada na linha (com perfumes que passaram a ter nomes em vez de números) e manter apenas os mais vendidos. E com isso, decidiu lançar um novo capítulo na saga humor, denominado de humor da minha vida.

A princípio estava sem vontade nenhuma de testar esse novo humor dado o fiasco que foi o último, humor perfeito, que era perfeitamente sonso e tinha tanto humor quanto alguém sedado com remédios psiquiátricos pesados. A cor do frasco do Humor da Minha Vida aliado ao perfil das notas olfativas já prometia um possível floral aquático sonso dos quais o mercado já está repleto. Para a minha surpresa, porém, esse é um novo capítulo muito bem feito da saga e que passa longe disso.

Humor da Minha Vida traz o conceito de uma maçã caramelizada e crocante com pitadas de cítricos e especiarias frias em uma base de ambar e baunilha. É uma descrição que se encaixa na fragrância, desde que você encaixe-a no universo Natura, que raramente foge de um floral frutal fresco. Por isso, a maçã caramelizada prometida pende mais para uma maçã verde ou suco de maçã e tem uma refrescância frutal que combina bem com o cítrico leve e com o toque de especiarias. O coração floral não foge muito do que a natura costuma fazer, flores frescas e funcionais girando ao redor da frésia. Entretanto, há uma pitada leve de etil-maltol, que dá o toque caramelizado e torna um pouco mais interessante o coração.

Na base Humor da Minha Vida mostra um misto de madeiras cremosas, baunilhas e um toque mais exótico que  me parece remeter a raiz de prioprioca, um ativo brasileiro que foi muito explorado pela marca ao longo de sua vida.  Há também um uso diferente de musks aqui, que apesar de serem limposo, como a marca costuma usar, dão uma leve conotação mais oriental a composição. No fim das contas, Humor da Minha Vida se encaixa bem na irreverência conceitual da marca e é agradável, coerente e até mesmo um pouco mais interessante do que o que a Natura tem feito. Na minha opinião, o único erro é a associação de cor de frasco com o perfume, que de azul não tem nada.