Pesquisar este blog

19 de abr de 2016

Mahogany Sport R - Avaliação


Certamente se fossem me enviadas duas amostras sem nome com os perfumes Make Me Fever At Night e Sport R para que eu identificasse qual é qual eu não acertaria e trocaria os perfumes. Como explicado ontem na minha avaliação, em Make Me Fever At Night não vejo nenhuma ligação entre frasco, nome e perfume e seu aroma cítrico floral por mais que não seja exatamente o que esperarmos de um perfume esportivo se enquadraria na proposta. Já ao olhar as cores da tampa e frasco de Sport R e ao borrifar seu perfume na pele me vem justamente uma fragrância noturna e não um aroma esportivo de fato.

Sport R certamente me parece familiar, como se fosse uma colagem de trechos de uns 2 ou 3 perfumes diferentes. Há algo em seu cheiro que me remete a parte de lavanda, baunilha e tonka do Le Male, entretanto sem o ar retrô de barbearia e com uma lavanda mais adocicada, ainda que com menor foco. Os tons frutados e especiados da composição me remetem a orientais light como Boss Bottled ou Lacoste  Pour Homme e a base musky de tons orientais vaníllicos também pode ser vista  com algo nessa direção. O Diferencial de Sport R, entretanto, está em um interessante e relativamente breve acorde floral branco, algo exótico, com cheiro de laranjeira, uva e algo que remete a jasmim ou tuberosa. É para mim um toque ousado em um perfume masculino nacional e ainda por esportivo - mesmo que seja algo que não dure muito.

Induzido pelo nome, tinha poucas expectativas quanto ao aroma de Sport R e me senti surpreendido. Não que seu perfume me pareça inovador - inovação na perfumaria nacional só acontecerá quando houver um público consumidor preparado para isso. Porém, seu aroma me parece bem trabalhado nos detalhes e passaria facilmente por um importado com uma concentração um pouco maior. Um belo perfume coringa para a noite escondido dentro de um frasco e conceito esportivo.