Pesquisar este blog

8 de dez de 2015

Miss Dior Cherie EDP 2005 - Avaliação


Miss Dior Chérie é uma das criações que expõe uma das preocupações que até alguns anos atrás não estavam nas conversas mais corriqueiras de usuários e apaixonados por perfumes, a questão da reformulação e a busca as vezes quase fanática e religiosa pela versão original. Há diversos fatores pelos quais um perfume comercial é modificado ao longo dos anos e por mais que a questão econômica não possa ser deixada de lado ela não é a única. Isso em si já dava um post, porém foge do propósito de entendimento de um perfume tão amado por algumas pessoas. Nos próximos dias irei fazer um processo de entendimento da evolução gradual do Miss Dior Chérie durante os seus 10 anos de existência. Nesse tempo até seu nome foi mudado, passando a ser simplesmente Miss Dior (o que causou confusão, já que a marca já possuía um clássico com esse nome, que foi renomeado para Miss Dior Originale).

É fácil entender a popularidade dos perfumes ditos chypres modernos, outrora conhecidos como florais amadeirados almiscarados. A forma como eles trabalham um patchouli clean, flores suaves e musks envoltos em notas frutais e açúcaradas criam uma forma fácil de ser digerida, algo entre o infantil e o adulto na minha opinião. E apesar de todos compartilharem um certo grau de semelhança, é interessante notar que a intensidade e uso dos diferentes elementos de cada uma dessas 3 facetas de um chypre moderno faz com que eles possuam uma identidade bem mais complexa do que sua carinha simples possa passar.

No caso do Miss Dior Cherie em sua versão 2005, eu acho interessantíssimo o equilíbrio entre frescor e doçura, entre aura masculina e feminina. É um perfume que parece ter sido esculpido com muito cuidado pela Christine Nagel, de forma que os musks não predominam tão intensamente, o patchouli não soa tão doce ou canforado e as flores parecem diferenciadas do que o usual aroma de rosas e jasmim abstrado de um chypre moderno. Miss Dior Cherie na versão 2005 é um dos chypre modernos mais chiques e menos óbvios em suas nuances.

Apesar de muitos citarem o aroma do caramelo e da pipoca como elementos que o distinguem e chegarem a suspirar pela versão 2005 justamente por esses elementos, eu não acredito que eles sejam o determinante para a identidade da criação. Compare Miss Dior Cherie 2005 com Angel por exemplo para ver o como muda o cheiro de caramelo, açúcar e a nuance amanteigada que poderia ser atribuída a pipoca. Para mim, essas notas olfativas se traduzem mais em uma espécie de frutas cristalizadas porém não com muito açúcar. Há algo na saída que me faz pensar em cheiro de grapefruit com nuances de morango e com o toque do açúcar de forma secundária. É doce, porém um doce mais sofisticado e adulto.

Conforme evolui, Miss Dior Cherie vai ganhando um tom floral diferente da maioria dos chypres modernos, já que seu aroma é menos encorpado no quesito flor. A sensação que eu tenho é a de uma aura floral que transita entre o cheiro de jasmim e magnólia, porém o jasmim mais delicado, verde e luminoso que a molécula Hedione confere. Não é um jasmim indólico ou frutal ou exagerado em suas nuances florais brancas, e sim um jasmim verde quase aquático e que reforça os aspectos cítricos da saída ao mesmo tempo que são envoltos na fina camada de açúcar que permeia a composição.

E a base é o momento onde Cherie mostra para mim o seu lado mais compartilhável, em um perfume que vai fazendo a transição entre um lado mais delicado e algo mais sério e sóbrio. Gosto de que aqui o patchouli é usado moderadamente e no lugar dele temos musks que são limpos e que se combinam com tons de madeira sutis, passando nuances secundárias de vetiver.

Quando penso na versão Cherie de 2005, eu diria que é um belo chypre elegante que não tem nada muito marcado como diversos outros chypres modernos possuem. Parece talvez mais adulto, mais sério, menos romântico passado as notas iniciais de frutas. E certamente é um perfume excelente para uso compartilhado - isso se você achar um frasco da versão original por um preço bom.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com relação a postagem? Escreva aqui
Comments related to the post? Write them here