Pesquisar este blog

21 de dez de 2015

Charriol Royal Platinum - Fragrance Review


Português (scroll down for english version): Quanto mais o tempo me passa e mais perfumes eu provo eu fico com a impressão de que a separação entre perfumaria de nicho, exclusiva e comercial é mais uma questão conceitual e mercadológica do que uma questão de fórmula e qualidade. É provável que no início da perfumaria de nicho entre o período de 80-00 essa separação fosse mais clara, entretanto os setores são como forças que trocam energia e influenciam e tornam essas características nem sempre claras de identificar em grifes como a Charriol.

Faça um teste cego com Charriol Royal Platinum e certamente você não imaginaria que esse é o perfume comercial de uma joalheria (entretanto vale ressaltar que joalherias costumam ter um cuidado maior com a qualidade de suas criações). Platinum é um perfeito exemplar para traduzir a riqueza da perfumaria oriental centrada no oud, rosa e açafrão em uma versão bem harmônica. Há algo na combinação que chega a lembrar perfumes da Montale, em especial Red Aoud. Mas poderia ser a fórmula de qualquer outra grife de nicho que desejasse um aroma com um pé no exótico e outro no conforto - esse acaba se mostrando aqui pela suavização no açafrão, por ter menos rosas e por cercar o oud em uma espécie de berço olfativo de sândalo cremoso e musk macio, luminoso e levemente doce.

Royal Platinum tem uma ótima duração e harmonia na pele e assim como seu irmão Royal Leather não fica devendo nada para outros perfumes que custam bem mais que ele. É fato que ele não carrega, dessa forma, ares de nobreza ou exclusividade, mas considerando que nem todos procuram isso ao comprar um perfume, é uma excelente opção exótica de qualidade.

English: The more time goes by and the more perfume I try I get the impression that the separation of niche,  exclusive and mainstream perfumery is more a conceptual and marketing issue than a matter of formula and quality. It is likely that early in the niche perfumery between the period of 80-00 this separation was clearer, though the sectors are like forces that exchange energy and influence and make these characteristics not always clear to identify with brands like Charriol.

Make a blind test with Charriol Royal Platinum and surely you would not think that this is a mainstream scent of a jewelry (though it is noteworthy that jewelers usually have greater care with the quality of their perfumes). Platinum is a perfect example to translate the wealth of oriental perfumery focused on oud, rose and saffron in a well harmonious version. There is something in the combination that makes me think of Montale perfumes, especially Red Aoud. But it could be the formula for any other niche company who wanted a scent with one foot in the exotic and the other in comfort - which works here by  smoothing in saffron, fewering the roses influence and surrounding the oud in a sort of cradle olfactory impressioin of creamy sandalwood and soft, light and slightly sweet musk.

Royal Platinum has great duration and harmony in the skin and as well as his brother Royal Leather is owing nothing for other perfumes that cost far more than he. It is true that it does not load, therefore, noble air or exclusivity, but considering that not everyone is looking for it when buying a perfume, is an excellent exotic option.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com relação a postagem? Escreva aqui
Comments related to the post? Write them here