Pesquisar este blog

13 de dez de 2015

5 Momentos de Destaque - Novembro

Novembro também foi um mês difícil de escolher 5 destaques  na perfumaria internacional e 3 na nacional. Em novembro houveram ótimas escolhas tanto na perfumaria comercial como na exclusiva/nicho e na artesanal. No cenário nacional, não tivemos criatividade na composição dos cheiros mas tivemos qualidade e coerência nos produtos propostos ao consumidor. A minha seleção abaixo tenta ser balanceada mas certamente pende para uma grande paixão minha, a perfumaria artesanal e independente.

Top 5 Internacionais















1. Papillon Salomé

2015 certamente foi um grande ano para a perfumista britânica Liz Moores, dona da Papillon. Sua criação Salomé colecionou elogios e críticas entusiasmadas em diferentes blogs, ganhando 4 estrelas inclusive do crítico Luca Turin, muito exigente em suas avaliações. Não é surpreendente para mim isso, Salomé foca no tipo de perfume que se tornou uma raridade hoje, um floral rico, de nuances indólicas, harmônico, cheio de nuances. É um perfume erótico sem ser vulgar ou sem ter seus mistérios.

2. Pell Wall Perfumes Persian Prince

A segunda escolha também pertente a uma marca independente britânica que é conduzida por Chris Bartlett, um perfumista conhecido de quem frequenta a sessão faça você mesmo no forum basenotes. Chris é uma pessoa generosa em compartilhar seus conhecimentos de perfumaria tanto em seu blog como no fórum basenotes e é possível ver em suas composições que ele põe em prática o que aprendeu sempre sem deixar a usabilidade de lado. Persian Prince é meu destaque pela capacidade de contornar as dificuldade técnicas em trabalhar o aroma da flor Jacinto e criar uma luxuosa sensação floral verde de nuances amadeiradas, algo que remete a um sabonete de luxuo sem parecer funcional. 

3. Thierry Mugler Cuir Impertinent

A Nova coleção exclusiva do Thierry Mugler possui de certa forma uma abordagem didática ao tornar cada integrante dela um representante de uma família olfativa, tentando se manter fiel aos elementos dela e interpretá-la de forma nova. Um dos que melhor atinge esse conceito e consegue mirar tendências atuais é Cuir Impertinent. A ideia de couro trabalhada aqui é o de um couro adocicado, com nuances de tabaco, levemente defumado, o que encontramos em Tuscan Leather. O que o torna interessante e diferente de outras criações inspirada em Tuscan leather é o contraste verde, fresco e levemente mentolado da saída, que remete a grama fresca.

4. Volnay Etoile d'Or

De forma lenta temos presenciado um renascimento de marcas que surgiram na época de ouro da perfumaria e que infelizmente com o tempo acabaram fechando as portas. O resultado de restauração dessas marcas é um processo complexo, que exige uma sensibilidade de se manter fiel ao estilo original ao mesmo tempo que ele é adaptado aos gostos contemporâneos. Um resultado de sucesso nesse sentido são os perfumes da francesa Volnay, com destaque para o excelente Etoile d'Or. Etoile representa da melhor forma possível a assinatura olfativa polvorosa, levemente doce e floral da marca, combinando a com nuances especiadas e orientais. Um perfume rico em detalhes e elegante em seu aroma.

5. Zoologist Perfumes Hummingbird
A canadense Zoologist é a maior prova para mim que no cenário atual você pode começar com uma marca pequena, que tem conceitos interessantes, perfumes bons e acessíveis. O perfme inspirado no beija-flor é o quarto integrante de uma excelente coleção de obras que não apenas utilizam animais como inspiração, mas que criam aromas que parecem se adequar aos fatos conhecidos de seus hábitos, simbologia e personalidades. Criado pela perfumista Shelley Waddington, Hummingbird é um maravilhoso nectar de flores, frutas e resinas que passa a sensação de beleza, alegria e júbilo que está associada ao beija-flor.


Top 3 Nacionais


1. Mahogany Make Me Fever Gold
A Mahogany é uma empresa nacional que conquistou o carinho do público brasileiro por ir além de meras cópias dos perfumes importados, preocupando-se em adaptar com a melhor qualidade possível as idéias encontradas nesse segmento e oferecer novos detalhes aos aromas conhecidos quando assim é necessário. Make Me Fever Gold é um dos carro-chefe da marca pela excelente adaptação do aroma de rosas radiantes, frescas e levemente atalcadas do sucesso Chloe. O toque diferencial na minha opinião fica pela base de nuances de baunilha e uma excelente fixação e projeção para um perfume relativamente acessível.

2. Egeo Seduza
Apesar de ter sido uma edição limitada do dia dos namorados, Egeo Seduza entrou para o Top 3 do mês na expectativa que seu excelente aroma volta a ser produzido em breve. A Boticário conseguiu criar um excelente chypre que vestiu o aroma mais delicado da rosa e a maciez dos musks da base com um delecioso aroma gourmand que remetia a uma mistura de morango e chocolate. Um perfume que me surpreendeu pela coerência de seu cheiro do começo ao fim, sem se tornar banal passando algumas horas de evolução na pele.

3. Natura Esta Flor Rosa
Com um ano movimentado para a Natura no segmento de perfumaria, a linha Esta Flor foi o maior acerto da marca tanto em conceito como em marketing. Ao escolher a rainha das flores para iniciar uma coleção de ares mais prestigiosos, a marca foi capaz de oferecer um monotema da Rosa que apresenta a flor com uma leveza frutal sem banalizá-la em suas nuances secundárias. O resultado é o tipo de floral fresco, persistente e elegante que a marca tentou reproduzir em vários perfumes femininos ao longo do ano mas que só acertou a mão mesmo nessa criação.