Pesquisar este blog

3 de nov de 2015

Natura Esta Flor Íris - Avaliação


Esta Flor Íris e Esta Flor Rosa estão sendo lançados nesse momento no mercado quase que simultaneamente, o que é algo interessante para a Natura no desenvolvimento de uma nova linha. A marca não costuma ter esse comportamento - com exceção da linha Ekos, que porém foi lançada com um escopo bem maior do que um segmento de perfumaria. É outra característica para mim que me faz pensar nessa nova linha como algo mais exclusivo ou luxuoso - é comum que novas linhas nesse estilo sejam lançadas com no mínimo 3 criações para cobrir diferentes gostos.

Íris segue os códigos do Esta Flor Rosa porém de uma outra perspectiva. Apesar de ser também um monotema e ter uma abordagem em um bloco elegante, transparente e relativamente simples, a ideia da flor de Íris aqui é uma grande fantasia olfativa - diferente do Esta Rosa, que se molda ao redor da Rosa de Damasco. Isso acontece pois a parte que produz perceptivelmente o aroma da iris são suas raízes - que para atingirem a saturação de seu aroma só são processadas depois de um processo de secagem e e amadurecimento das raízes.Dentro da perfumaria moderna, porém, isso não é problema já que há diversos sintéticos e bases disponíveis para modelar um aroma de íris de acordo com o que a marca deseja passar para o consumidor.

Como o objetivo aqui é conferir a Íris uma nuance floral, obedecendo o monotema temos uma combinação de elementos de jasmim e lírio do vale que lhe conferem um aroma de pétalas florais de forma que o cheiro não pareça vindo de nenhuma das duas flores e sim da própria íris. As nuances da raiz estão presentes, entretanto de forma sutil. E o que mais me surpreende é uma nota secundária de íris que não é muito comum de ser utilizada, que é uma iris com nuances de pepino ou aquática. Essa parte do Esta Flor Íris me deixa um pouco ambivalente quanto ao seu cheiro - ao mesmo tempo que soa exótico e é um aspecto pouco explorado parece as vezes fora do lugar na composição. Entretanto, quanto mais aplico para sentir seu aroma menos percebo esse aspecto e o que se revela cobrindo-o é uma nuance cítrica discreta de limão que me parece usada para amplificar o frescor e luminosidade floral proposta.

Da mesma forma que Esta Flor Rosa, Íris evolui para uma base minimalista, que dessa vez tenta ressaltar as nuances amadeiradas que estão presentes de forma natural na raiz de íris. Porém, em vez de ressaltarem um aroma de cedro a marca resolveu abstrair o aspecto de terra com um toque bem sutil de musgo de carvalho misturado a vetiver e a uma base de musk mineral aconchegante. O resultado é duradouro e elegante.

Esta Flor Íris ao mesmo tempo que me parece uma aposta segura tem alguns riscos em algumas nuances. Creio que é um perfume sofisticado, entretanto que exige mais de um uso. Acho interessante que em sua progressão o aroma começa talvez tendendo mais para o feminino e terminando mais para o masculino, formando de maneira geral algo que poderia ser tranquilamente unissex. É um segundo integrante interessante da linha. Irei torcer para que tenhamos ainda Esta Flor Gardênia, Jasmim e Flor de Laranjeira pelo menos.