Pesquisar este blog

17 de nov de 2015

Les Liquides Imaginaires Sancti - Fragrance Review

Português (scroll down for english version): no mundo da perfumaria existem marcas que para mim por mais que eu tente simpatizar eu simplesmente não consigo. Vejo muitos comentários elogiosos, avaliações respeitáveis tecendo muitos elogios. Aí acontece o pior possível - crio expectativas. As vezes elas se cumprem, mas quando não se cumprem os pontos negativos saltam facilmente para mim como até agora vem saltado nos perfumes da Les Liquides Imaginaires.

Sancti faz parte da trilogia que colocou a marca no cenário da perfumaria e que causou uma onda de apreciação nos blogs especializados. Para um perfume de uma marca que explora conceitos antagonistas intensos como bem e mal, poção ou antídoto, sabedoria e intoxicação Sancti é ausente em um aroma polarizante. Talvez para alguém que não conheça perfumes de incenso e não esteja acostumado com seu aroma sagrado e agradável Sancti pareça interessante. Para mim, entretanto, é uma colagem de referências de outros perfumes de temática similar, sem acrescentar nada de novo a ideia,

Se Sancti fosse uma música ele certamente seria uma construída inteiramente em samples de outras músicas conhecidas. Em alguns momentos há algo do cheiro de cedro e o toque terpênico do Armani Bois d'Encens. Em outros, você tem a impressão de sentir o incenso mais picante, mentolado e fresco de criações como Comme des Garcons Artek Standard ou do Heeley Cardinal. Também vejo ares do incenso mais litúrgico e esfumaçado de um outro Comme des Garcons, Avignon. Por último, a base evolui para uma mistura de musk, madeiras e toque de oud que remetem muito a base do Amouage Jubilation XXV.

Para os fãs de todos os perfumes mencionados anteriormente, Sancti é um prato cheio, quase como uma coletânea de melhores sucessos de incenso. Para mim, ele tem o mesmo problema da coletânea, eu já conheço e aprecio as referências separadamente e não vejo graça ou necessidade na junção. Sigo assim esperando uma criação dessa casa que ainda me fará rever minhas expectativas quebradas até o momento.

English: in the world of perfumery exist brands that for me as much as I try I just can not empathize. I see many rave reviews, respectable blogs weaving many compliments. Then the worst happens - I create expectations. Sometimes they meet, but when they do not meet the negatives aspect easily jump for me as so far has jumped in perfumes of Les liquides Imaginaires.

Sancti is part of the trilogy that put the brand in the perfume scene and caused a wave of appreciation on specialized blogs. For a perfume of a brand that explores intense antagonistic concepts such as good and evil, potion or antidote, wisdom and intoxication Sancti is absent in a polarizing aroma. Perhaps for someone who does not know incense perfumes and is not used to its sacred and pleasant aroma Sancti looks interesting. For me, however, it is a collage of references from other similar themed perfumes, without adding anything new to the idea,

If Sancti was a song it certainly would be built entirely on samples of other known songs. At times there is something of cedar smell a terpenic touch wich reminds me of Armani Bois d'Encens. In others, you get the impression of feeling the most spicy, minty and fresh incense creations like Comme des Garcons Artek Standard or Heeley Cardinal. Also see a incense air in a more liturgical and smoky shade that emulates another Comme des Garcons, Avignon. Finally, the base evolves into a mixture of musk, wood and touch of oud that much refer to the Amouage Jubilation XXV base.

For fans of all perfumes mentioned above, Sancti is a full plate, almost like a collection of best incense successes. For me, it has the same problem of collection, I already know and appreciate the references separately and see no grace or need at the junction. I follow expecting a creation of this house that still make me revise my broken expectations so far.