Pesquisar este blog

1 de out de 2015

Puredistance White e Xerjoff Casamoratti Gran Ballo - Avaliações Rápidas


Puredistance White é um daqueles perfumes enganadoramente simples. Logo de cara, já tive uma má impressão pelo conceito white e pelo intenso aroma de musks, achando que teria pela frente um aroma funcional com concentração de extrato. Vi durante o dia que estava enganado e a explosão de musks macrocíclicos gera um interessante fenômeno relacionado, para mim, com a luz. É como se em Puredistance White você olhasse diretamente para os musks e eles te cegassem temporariamente com a sua luminosidade branca. Conforme você se acostuma, percebe as interessantes nuances escondidas em uma criação que muito me remete a um samsara moderno. Percebo uma temática de sândalo indiano ocorrendo em paralelo ao coquetel de musks macios, arredondados por um delicioso toque de amendoas providenciado pela fava tonka. Entre essas duas pontas, está um aroma floral bem aveludado, um misto de rosas acetinadas e nuances de jasmim cremoso. Ainda é possível notar, depois de horas de evolução, um aroma amadeirado mais seco que remete a um misto de cedro e vetiver. White tem uma excelente fixação, permanecesse intenso na pele durante toda a sua evolução e parece grudar nas roupas. É um perfume que performa muito bem do ponto de vista técnico e conceitual.



A linha Casamoratti é intrigante para mim pela combinação de seus elementos visuais e olfativos. Ao passo que nos frascos, embalagens e história da linha tem-se uma história com um pé na perfumaria clássica italiana, vários dos perfumes que a compõe são composições gourmands que nada tem de clássico. No caso de Gran Ballo, contribui para mim ainda a incoerência entre o frasco rosa e o aroma gourmand de baunilha e tabaco, algo que eu já presenciei em criações masculinas comerciais. Ainda que existam flores na fórmula, elas me parecem funcionar mais como um acessório do aspecto cremoso da baunilha e tabaco. O tabaco aqui me parece uma abstração de alguma combinação de materiais ambarados, amadeirados e esfumaçados e a aura geral é para mim a do rastro de um cachimbo com fumo aromatizado com baunilha, caramelo e alguma fruta. Por mais que seja interessante, é um dos mais comerciais dentro da linha.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com relação a postagem? Escreva aqui
Comments related to the post? Write them here