Pesquisar este blog

29 de out de 2015

Boticário Zaad Vision/Visionnaire - Avaliação


Zaad Visionnaire/Vision conseguiu um efeito interessante dentro da perfumaria nacional, ser um divisor de opiniões com relação ao seu aroma. Não que a unanimidade seja algo que acontece quando se fala ou escreve sobre perfumes, entretanto impressões extremas de amor ou ódio são algo que pelo menos eu não presencio a muito tempo no cenário nacional. E são um excelente sinal, mostram que mesmo em tempos de crise as marcas por aqui tem apostado em lançamentos que tem um risco envolvido.

Não que Vision seja inovador com relação ao seu cheiro, mas certamente a marca enxergou um perfume com público fiel, uma criação descontinuada e relativamente difícil de encontrar, o excelente M7 da YSL. M7 esteve a frente de seu tempo com uma composição que recriava um marcante aroma de oud por meio de elementos herbais, amadeirados, ambarados e almiscarados. Zaad traz a mesma ideia para a perfumaria nacional e é curioso que apesar de sua aura ter o aroma do acorde de oud bem evidente a marca não esteja utilizando esse fato na divulgação do perfume.

A princípio me sentia certo de que Vision evoluía de forma exatamente igual ao M7, porém o teste na pele e o acompanhamento de sua aura me deixou com dúvidas com relação a isso. Há horas que a composição realmente me parece igual, entretanto suavizada talvez nos elementos mais intensos. Isso não é necessariamente ruim, já que M7 é um perfume extremamente marcante e que em temperaturas quentes e ambientes abafados tende a ficar muito intenso. Vision não me parece compartilhar dessa característica.

A Composição abre com um aroma quase gourmand, o que me parece uma mistura de cacau e especiarias. Esse momento passa rapidamente e vai para as nuances conhecidas do M7. É possível perceber o toque secundário das ervas, porém menos evidentes aqui. O aroma doce e que para alguns remete a xarope é evidente, assim como o musk com um toque levemente metálico e quente. A ele se mistura o cipriol, o principal responsável pelas nuances de oud, e o patchouli, que me parece ser um tipo especial no qual se retira as impurezas responsáveis pelo aroma mais terroso e sujo da nota.

Eu creio que pelos musks serem mais evidentes nessa versão, Zaad Vision pode passar a impressão para alguns de que não fixa ou desaparece da pele após alguns instantes. Na minha percepção, sua aura permanece o tempo todo, menos intensa, porém bem confortável e elegante. A inspiração/homenagem/reinterpretação é de muito bom gosto e muito bem feita e me parece sair do lugar comum da perfumaria masculina do Boticário. E por isso a marca está de parabéns! Espero que essa edição limitada fique permanente na linha e sem alterações. Serve como uma ótima opção para quem ama o M7 e não o acha ou que gostaria de algo parecido e mais usável no dia-dia, algo que não incomode mas não perca a elegância.

12 comentários:

Leonardo carlos gomes disse...

Esse é bastante bom. Me surpreendeu muito junto com o Malbec Noir, que também achei maravilhoso. Ansioso por uma resenha dele aqui no Blog.

Alexsandro Souza disse...

Olha, me surpreendi com o malbec noir.
Com um aroma bem equilibrado porém marcante com uma excelente projeção embora não seja um Eau de parfum deixa muitos parfum's boqueabertos
Gostei mesmo.

Alexsandro Souza disse...

Definidamente o malbec noir me surpreendeu

Henrique/Rick disse...

A Saída do Noir eu até achei interessante, mas infelizmente não gostei da forma como ele evoluiu na fita olfativa. Precisava testar na pele para verificar isso.

reinan azevedo junior disse...

qual a diferenca do VISION para o Visionnaire ;reparei que no site da boticario nao tem mas visionnaire ; e comprei um na loja da boticario ;alguem me explica o que houve? desde ja agradeco

Henrique/Rick disse...

Reinan, apenas o nome mudou. A Boticário achou o nome visionnaire difícil de ser pronunciado e rapidamente trocou por vision. o perfume é o mesmo.

Alexsandro Souza disse...

O Zaad VISION é uma releitura para os órfãos do tão aclamado M7 da YSL que foi descontinuado...
Uma fragrância masculina seca,amadeirada e esfumaçada muito apreciada pelo público mais maduro
Sendo uma cópia fiel deste marco perfume que amado ou odiado por muitos para mim ele é sofisticado e diferente
Não há outro da linha que lembra o VISION.
Embora gosto dos dois zaad

Alexsandro Souza disse...

Realmente o Malbec noir ele marca presença no primeiro instante mas na minha pele não fixou ficou meio aguado
Usei três borrifadas e dei para a primeira pessoa que gostou.
Essa pessoa gostou tanto que comprou outros frascos e ainda me chamou de " louco" rsrsrsrs mas claro, agradeceu

Gleidson Aragao disse...

Comprei um Zaad Visionare .. Agora me vem a pergunta ... Eles lançaram 2 zaad .. um de caixa cinza e um de caixa marrom escura ... qual é o melhor .. e qual é menos adocicado ... ñ sou fã de perfume doce ...

Unknown disse...

Experimentei ontem os dois, para mim o mais escuro é mais forte, porém, ficou mais tempo(24hs),na minha pele. Na hora que passa ele é muito forte, mais amadeirado, mas acho que é o perfume...

Cassiano Neto disse...

O malbec noir tem uma leve semelhança ao one milion cologne? vcs concordam?

Henrique/Rick disse...

Hum, precisaria usar o one million cologne para confirmar isso, esse é um que eu não testei na pele

Postar um comentário

Comentários com relação a postagem? Escreva aqui
Comments related to the post? Write them here