Pesquisar este blog

10 de set de 2015

Nimerè Parfums Cuir No 6, Solo A V, Marquise e Secret Desires Virgin - Resenhas



Quando eu me identifico com uma marca, é como se eu formasse uma nova amizade com um universo que é compatível com o meu. Acho muito difícil fazer isso de uma forma tão profunda quando se tem uma distância entre os valores e conceitos oferecidos e o que é entregue na realidade, a não ser que, por um milagre, se tenha um perfume muito bom desconectado do conceito. Em Nimeré eu vejo uma coerência entre o que eu chamaria de artesanal de luxo e a qualidade do aroma em si, com um forte apelo ao luxo do passado. Ainda sim, a diversidade de temas trabalhados e de opções torna a exploração dos perfumes da marca uma experiência muito prazerosa. Fica até meio difícil não ser redundante quando todos são no mínimo bons e vários são excelentes. Os 4 que avalio hoje além de se enquadrarem nisso evidenciam essa diversidade de temas explorados.

Cuir No 6 - vejo que eu e Nikolay temos em comum a paixão pelos aromas de couro, já que é um acorde recorrente em suas criações para Nimerè. Em Cuir No 6 eu esperava um couro carregado no aroma de bétula e iso butil quinoleina (IBQ, um sintético clássico para emular aroma de couro), aquele couro mais defumado, com um aspecto de verniz. Entretanto, seu aroma me remete mais ao couro abstrato com nuances de baunilha do L'Artisan Dzing!, porém bem com uma base mais pesada em resinas. A nuance de verniz/giz que o acorde de couro proveniente do IBQ ainda é perceptível, entretanto serve como complementar ao cheiro do couro submerso em resinas e de nuances adocicadas, Diferente do L'Artisan, Cuir No 6 é encorpado e permanece assim durante toda a sua evolução.

Solo A V - uma criação que teve como musa a cantora russa Anjelika Varum, Solo A V é como um coquetel resfrescante de frutas e folhas cítricas em uma escala de aromas relacionados ao limão. É talvez um dos perfumes mais leves da Nimerè e uma composição com uma aura chic de Verão. Por ter uma temática mais refrescante, esse seria um perfume com potencial de duração menor na pele, entretanto a construção de uma base resinosa que favorece as nuances frescas e de limão de materiais como Incenso e Mirra consegue nas proporções corretas manter a fixação e fazer a transição dentro do tema mantendo o limão como elemento chave da idéia.

Marquise - certamente relacionado ao chypre clássico de No 3 (Shades of The Darkness), entretanto uma variação bem interessante da temática que confere um caráter oriental mais evidente a criação. Marquise possui o aroma de patchouli e o musgo de carvalho bem forte e terroso, entretanto é possível perceber uma bela combinação de iris e violetas tornando a idéia mais sofisticada ainda. A base tem um aroma de baunilha e resinas adocicadas que suaviza de alguma forma o lado mais sisudo do chypre e lhe dá uma maior sensualidade.

Secret Desires Virgin - outro dos belíssimos florais multicoloridos de Nikolay sob uma base de almiscares, resinas e baunilha. Secret Desires é bem sensual, alegre e envolvente no seu aroma que para mim me faz pensar em jasmim, ylang, rosa e frésias. Há algo de flores amarelas também, um leve quê de pólen, e um toque frutal sutil arredondando a composição. É um perfume que parece ir do juvenil a uma sensualidade mais adulta conforme vai evoluindo na pele. Muito bem feito, excelente duração como quase todos  os perfumes da Nimerè.