Pesquisar este blog

20 de set de 2015

Andy Tauer No 5 Incense Extreme, No 9 Orange Star e No 14 Noontide Petals Reviews


Português (scroll down for english version): durante o uso em sequência de vários perfumes do artista independente Andy Tauer algo interessante se revelou, a versatilidade de sua assinatura olfativa. Isso não é evidente em seus perfumes mais orientais visto que ao sentir as saídas tem-se a impressão de que são parecidos demais na combinação de seu acorde de ambar, incenso e especiarias. Entretanto, observando durante o dia percebi que a assinatura de Tauer comporta desde interpretações minimalistas a até um estilo aldehídico floral clássico. É o que os 3 avaliados hoje me mostraram no encerramento dessa jornada pela marca.

No 5 Incense Extreme - o extremo que nomeia essa criação certamente não se refere a intensidade do perfume mas sim ao ultra foco que é dado a esse componente. Esse é um que poderia ser chamado de Tauerade caso Andy Tauer quisesse com seu acorde fazer uma referência a famosa assinatura olfativa gourmand da Guerlain, a Guerlinade. O incenso escolhido para ser o ponto central é uma das variedades mais nobres e a extração em CO2 que é utilizada faz com que ele tenha um cheiro esfumaçado balanceado e um aroma cítrico mentolado harmônico. A iris é utilizada para dar uma leve nuance terrosa e o ambroxan extende o incenso em uma aura macia, brilhante e com uma nuance de incenso que case bem com o nobre material.

No 9 Orange Star - certamente a descrição desse como um cítrico rico casa com o seu cheiro, que tem a aura exótica de ambar e especiarias do L'Air du Desert Marocain porém com foco no aroma de verbena do capim limão e no cheiro de uma laranja mais amarga e ardida. É interessante que há na saída uma nota aldeídica, algo que remete ao cheiro de limpeza de sabão e ao mesmo tempo ao aroma de vela. Conforme evolui, Orange Star se torna uma interpretação mais doce e frutal do aroma da flor de laranjeira e termina numa base que desloca o foco do acorde ambarado da marca para favorecer mais a doçura da baunilha e a cremosidade amendoada do cheiro da fava tonka.

No 14 Noontide Petals - dos 3 que levam a assinatura olfativa mais típica de Andy Tauer é certamente o mais interessante pois a combina com um aroma floral aldeídico bem clássico. Não sei se foi a intenção de Tauer homenagear a algum perfume aldehídico em específico, mas o aroma de Noontide Petals me remete imediatamente a intensidade floral fantasmagórica do Chanel No 22, aquele aroma de flores que não remete a flor nenhuma em específico e que parece evoluir com extrema rapidez na pele, formando uma espécie de 'luz olfativa' na pele. A evolução na pele certamente reforça o link com os perfumes clássicos da chanel ao escolher uma combinação de flores onde ylang, rosa e jasmim predominam de uma forma onde o lado mais chic e delicado das flores é favorecido em vez do aroma floral branco mais carnal. Na base é que vem o aspecto mais moderno, com o aroma de incenso e ambroxan que finaliza vários de seus perfumes e com um sândalo amadeirado e levemente abaunilhado para complementar a fase final na pele.

English:

During the use in sequence of  several scents from the independent artist Andy Tauer something interesting turned out to be, the versatility of its olfactory signature. This is not evident in their more oriental perfumes at their opening since they geve the impression to someone that they are too similar in its combination of the amber accird, incense and spices. However, watching the evolution during the day I noticed  that  Tauer signature is able to fit from minimalist interpretations to a classic  aldehydic floral  style. This is what the three evaluated today showed me at the end of this journey through the brand.

No 5 Incense Extreme - the extreme that names this creation certainly does not refer to the intensity of the perfume but to the ultra focus that is given to this component. This is one that could be called Tauerade in case Andy Tauer wanted with his accord to make a reference to the famous gourmand olfactory signature of Guerlain, the Guerlinade. The incense chosen to be the central point is one of the noblest varieties and the extraction in CO2 that is used causes it to have a balanced smoky smell and a citrus harmonic minty aroma. The iris is used to give a light earthy nuance and ambroxan extends incense in a soft aura, bright and with a nuance of incense that marry well with the noble material.

No 9  Orange Star - certainly the description of this as a rich citrus rich matches very well with its smell, which has the exotic aura of amber and spices of L'Air du Desert Marocain but focusing on verbena scent of lemon grass and the smell of a orange bitter and acidic. It is interesting that there is in the opening a citrus aldehyde note, which refers to cleaning soap scent while reminds of the smell of candle  As evolves, Orange Star becomes a more sweet and fruity interpretation of orange flower aroma and ends on a basis that shifts the focus of the signature amber to favor more the sweetness of vanilla and almond creamy smell of tonka bean.


No 14 Noontide Petals - from this trio leading to more typical olfactory signature of Andy Tauer this is certainly the most interesting because it combines it with a very classic aldehydic floral aroma. I do not know if it was the intention of Tauer honor some aldehydic scent in particular, but the aroma of Noontide Petals immediately reminds me the ghostly floral intensity of Chanel No 22, the scent of flowers that do not forward one flower in particular, and that seems to evolve extremely quickly into the skin, forming a kind of 'olfactory light' . The development in skin certainly strengthens the link with the classic perfumes from Chanel due the choice of a combination of flowers where ylang, rose and jasmine predominate in a way where the most chic and delicate flowers part is favored instead of the more carnal white floral aroma. At the basenotes come the  more modern part, with the scent of incense and ambroxan that ends  several of his perfumes and with a slightly woody sandalwood and vanilla to complement the final phase in the skin.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com relação a postagem? Escreva aqui
Comments related to the post? Write them here