Pesquisar este blog

1 de ago de 2015

Natura Urbano Recria Resenha/Fragrance Review


Urbano em 2014 trouxe um elemento importante para a estratégia da Natura, um sucesso na combinação de um frasco conceitual, clean e sofisticado ao mesmo tempo, e um aroma que combinava elementos da família aquática com uma molécula nova, akigalawood, e um aroma que acabou se espalhando pelas cidades, devido a sua popularidade, e causando controvérsia pelo cheiro de 'maconha' que alguns associavam a uma parte do seu cheiro. Controvérsia, design atraente e aroma de excelente performance colocaram a marca em maior evidência. E com Urbano Recria, a estratégia continua a ser explorada.

O Design atraente e as artes com um apelo contemporâneo de 'street art' continuam a fazer parte do universo de Urbano Recria. O aroma aqui dessa vez pende mais para o universo aquático, deixando de lado as nuances mais polêmicas de Urbano. É possível perceber de fundo um patchouli mais suave dando uma nuance de madeira e couro discreta. Porém, o que predomina mesmo é um cheiro aquático, com toques de ervas, um leve tom metálico, algo que remete a uma reinterpretação de temas antes explorados nos sucessos dos anos 90, Acqua di Gió e L'eau d'Issey. O elemento surpresa para mim, entretanto, é um tom levemente mentolado e picante um toque que me remete ao aroma de erva-doce, uma combinação que eu imagino ser devido ao uso de gengibre e da nova molécula explorada pela natura, polygonum, provavelmente uma referência a um gênero botânico de mesmo nome.

A princípio, Urbano Recria peca em impacto, não tendo a mesma intensidade que o seu antecessor. É difícil dizer se isso é algo bom ou ruim, entretanto, considerando que o tradicional se tornou tão ubíquo que chegou até a incomodar por sua presença constante em todos os locais. Recria é mais refrescante, discreto talvez, entretanto de excelente duração, principalmente nas roupas. É bem provável que se mostre mais um sucesso na estratégia da marca, a de diversificação nos níveis de criatividade e risco dos seus lançamentos.