Pesquisar este blog

3 de ago de 2015

Atelier Des Ors Cuir Sacré Fragrance Review


Photo by Fragrantica

Português (scroll down for english version):  apesar de levar como uma espécie de filosofia de vida de que o foco para mim está no perfume e não no frasco, com o tempo percebi o quão importante e sensual pode ser um produto feito com execução impecável, da caixa ao frasco ao aroma em questão. Estava em partes desconfiado da recém-criada Atelier des Ors, já que minha experiência anterior com perfumes com flocos de ouro dentro do frasco foi decepcionante (Ramon Molvizar e suas criações que são medianas até para perfumaria comercial). Mas fui surpreendido com Cuir Sacré que personifica a alta perfumaria pretendia com o toque poético e o luxo do ouro.

A palavra que me vem constantemente na cabeça enquanto provo Cuir Sacré é harmonia, uma harmonia que não é exatamente fácil de se obter quando se trabalha com matérias-primas de impacto como couro, vetiver, nargamotae açafrão - basta utilizar proporções erradas para que um domine o outro e o resultado final seja ou uma bagunça ou restrito ao mundo mais conceitual. Ao procurar um equilíbrio de um couro de verão, Cuir Sacré soa quente, porém não abafado, familiar e ainda sim não banal. Há algo na combinação aqui que, como eu disse anteriormente, é perfeitamente equilibrado entre o cheiro seco de couro, que também possui um lado de camurça, o aroma amadeirado e herbal de vetiver, sem nuances úmidas, e a leve sugestão de agarwood devido a presença da nargamota na composição. Esse é um perfume tanto de vetiver como de couro e de agarwood, os 3 coexistem perfeitamente e são adornados pelo aspecto mais seco das especiarias escolhidas e pelas nuances de madeiras secas e incenso que cercam a composição.

Cuir Sacré me faz pensar em um estilo de perfumaria que chega a se aproximar da sensualidade e densidade da perfumaria árabe, mas ao mesmo tempo tem um certo quê clássico, talvez pela escolha de um tema complexo executado para que o perfume evolua sem solavancos na pele. Fixação e rastro são perfeitos para um produto de luxo que parece ter sido pensado em cada um de seus detalhes.

English:

Although i take as a kind of perfume life philosophy that the focus for me is in the perfume and not in the bottle over time U realized how important and sexy can be a product made with flawless execution from the box to bottle to the scent in question. I was partly suspiciousof the newly established Atelier des Ors, as my previous experience with perfumes with gold flakes inside the bottle was disappointing (Ramon Molvizar and their creations that are average even for commercial perfumery). But I was surprised at Cuir Sacré that embodies the intended high perfumery with a poetic touch and gold luxury.

The word that constantly comes to my head while testing Cuir Sacre is harmony, one that is not exactly easy to obtain when working with raw materials of impact as leather, vetiver, saffron and nargamotha - just use the wrong proportions to make one dominate the other and the end result is either a mess or restricted to the conceptual aisle. When looking for a balance of a summer leather Cuir Sacré sounds hot but not heavy, familiar and yet not banal. There is something in that combination here, as I said earlier, that is perfectly balanced between the dry smell of leather, which also features a suede touch, a woody and herbal vetiver aroma without humid nuances, and the slightest hint of agarwood due to nargamota presence of the composition. This is a scent of bothj vetiver, leather and agarwood, the three coexist perfectly and are adorned by drier aspect of the chosen spices and the nuances of dry woods and incense surrounding the composition.

Cuir Sacré makes me think of a fragrance style that comes to approach the sensuality and density of Arabic perfumes, but at the same time has a certain classic execution, perhaps by choosing a complex theme running for the perfume evolve without bumps on the skin . Sillage and longevity are perfect for a luxury product that appears to have been thought of every one of its details.