Pesquisar este blog

14 de jul de 2015

Francesca Dell'Oro Fleurdenya Fragrance Review


Disponível na loja First in Fragrance

Português (scroll down for English Version): no mundo da moda, sabe-se que em uma coleção sempre olha-se simultaneamente para as tendências do presente e do passado para servir de base e inspiração para a criação de uma nova coleção. Conceitos que foram explorados previamente podem ganhar uma nova vida com modificações pertinentes ao momento em que o lançamento ocorrerá. É essa abordagem que eu vejo Francesca desenvolver conceitualmente em Fleurdenya, um floral multifacetado, elegante e assimétrico da mesma forma que o seu frasco.

Em entrevista ao Fragrantica Francesca comenta que Fracas de Robert Piguet serviu de inspiração para a criação de Fleurdenya, sendo esse clássico de Piguet um dos perfumes mais  marcantes e impactantes no acorde de tuberosa e jasmim. Aqui, ambas as flores são peças importantes do que se desenvolve, mas a idéia acomoda outras flores para criar uma espécie de joia luminosa e elegante de flores brancas que brilha as diferentes facetas dela ao longo de sua evolução.

Em alguns momentos, essa inspiração no Fracas é mais evidente - principalmente quando se observa um aroma denso e frutal de tuberosa e um jasmim bem marcante, arredondados pelos tons florais e doces do pau-rosa e o toque levemente cítrico. Percebe-se que em alguns momentos da evolução, o perfume ganha um contorno que remete muito a flor com a qual ele parece citar no nome - a Gardênia. Em outros momentos, o aroma meio amargo, floral e com nuance de mel da laranjeira se mistura a outra nuance frutal de ylang-ylang.

É interessante como Fleurdenya é radiante e duradouro no seu complexo e rico aroma floral branco - ele é percebido no começo da evolução e dura até o final dela, quando o perfume se encaminha para uma base de contornos almiscarados e levemente orientais devido a presença do benjoin. Definitivamente seu cheiro me parece um floral branco moderno porém com uma complexidade e riqueza de nuances digna de um clássico. É um projeto interessante de elementos florais que se combinam para um resultado que ao se inspirar num clássico soa bem distinto mesmo que não se saiba dessa inspiração.

English:

In the fashion world, it is known that a collection always looks simultaneously to the trends of the present and the past as the basis and inspiration for the creation of a new collection. Concepts that may previously have been explored gain a new life with appropriate changes in tune with the tastes of the moment the release will occurs. It is this approach that I see Francesca develop conceptually in Fleurdenya, a multifaceted, elegant and floral asymmetrical in the same way that its bottle.

In an interview with Fragrantica Francesca comments that Fracas by Robert Piguet has inspired the creation of Fleurdenya, with this classic  being  one of the most striking and interesting perfumes in the use of tuberose and jasmine. Here, both the flowers are important parts of the concept, but the idea accommodates other flowers to create a kind of luminous and elegant jewel of white flowers shining the different facets of it throughout its evolution.

At times, this inspiration in Fracas is most evident - particularly when observing a dense, fruity scent of tuberose and a well marked jasmine, rounded by floral and sweet tones of rosewood and lightly citric touch. It is noticed during some moments of the evolution the perfume gets an outline that much refers the flower with which its seems to mention in the name - the Gardenia. At other times, the bittersweet aroma, floral and honey nuance of orange mingles with other fruity nuance of ylang-ylang.

It's interesting how Fleurdenya is bright and lasting in its complex and rich white floral aroma - it is perceived at the beginning of evolution and lasts until the end of it, when the perfume is moving toward a base of musk and slightly oriental contours due to the presence of benjoin . Definitely its scent seems a modern floral white but with a complexity and richness of nuances worthy of a classic. It's an interesting design of floral elements that combine to a result that while breathing in a classic sounds very unique even that you don't known its classical inspiration.