Pesquisar este blog

1 de jun de 2015

Ane Walsh para Henrique Brito - Mokka Lounge



Notas Mokka Lounge: Paramela, fabiana, palo santo. tintura de labdanum, tintura de íris, sandalo mysore, buddha wood, zdravetz, massoia, bejoim, vetiver, baunilha, cacau, vetiver, musk ketone Português (scroll down for english version): Conforme você prova muitos perfumes, escreve sobre eles e começa a analisá-los, surgem vontades que você percebe que nenhum dos disponíveis consegue suprir. De repente, você começa a imaginar possíveis combinações, execuções que atingiriam seus anseios bem particulares. Se no passado isso seria apenas um desejo difícil de se realizar devido ao preço proibitivo de uma criação customizada assim, eu encontrei nas mãos talentosas da Ane Walsh a possibilidade de tornar meus sonhos em realidade. No somente isso, encontrei uma amiga, mestra, uma colega nessa paixão pelos aromas, alguém tão maluco por eles como eu. Criar perfumes com a Ane Walsh me aproximou de um ser humano com tanto conhecimento e ainda sim humilde para compartilhá-lo e para usar seu conhecimento para criar algo que faça a ela e a mim felizes. Juntos desenvolvemos Mokka Lounge, um perfume que é centrado no aroma do café, em cheiro de couro e aromas gourmands que cercam a ambos se espalhando pelo ambiente de forma aconchegante. A Ane dá asas a sua imaginação, de forma que eu deixei aberto o conceito para ser interpretado, passando algumas notas para ela como eu gostaria que elas fossem feitas. O aroma de couro a minha fada dos perfumes o fez inspirado numa idéia de um couro argentino, usando para isso as essências de paramela, fabiana e palo santo. O couro feito por ela é um aroma macio, uma textura que remete a camurça e a resinas quentes e lustrosas ao mesmo tempo. É um couro abstrato, fora dos padrões clássicos, mas muito elegante e único. Mokka Lounge conduz o couro e o café durante toda a sua evolução, e foi interessante ver que durante os meses que o perfume macerou em minha casa esse elo se tornou cada vez mais forte. A princípio havia um espaço silencioso entre eles, que com o tempo foi preenchido com uma bela atmosfera quente, levemente terrosa e sedosa. Mokka Lounge abre com o aroma de um café torrado, um pó de café ainda a ser preparado. O cheiro do couro e das resinas já é logo em seguida perceptível, e ele se mantém dando espaço para que outros aromas apareçam ao longo do tempo. Hoje percebi o cheiro amadeirado delicioso do sândalo indiano, um toque gourmand de baunilha, o cheiro verde e amadeirado de vetiver. Outro dia seu ambiente me revelou a cara mais ambarada e clássica do musk ketone com o labdanum, um tom sutilmente animálico que traz riqueza a idéia como um todo. Como o nome diz, esse é um aroma zen de café e couro, um cheiro de um ambiente que se reflete na pele e a veste com uma riqueza de nuances que leva vários usos para ser entendida e apreciada. Um cheiro que habitava meus sonhos ganhou vida num preço acessível e numa amizade que pouco se acha em um mercado onde a humildade e acessibilidade ainda não é um padrão. English: As you taste many perfumes, writes about them and begin to analyze them, need starts to emerge and you realize that none of the available reviewed can meet. Suddenly, you begin to imagine possible combinations, executions that would reach your very specific desires. If in the past this would only be a difficult desire to achieve because of the prohibitive price of a bespoke creation, I found the talented hands of Ane Walsh able to make my dreams come true. Not only that, I found a friend, teacher, a classmate with this passion for scents, someone as crazy for them as me. Create fragrances with Ane Walsh brought me closer to a human being with so much knowledge and yet humble to share it and to use their knowledge to create something that makes her and me happy. Together we have developed Mokka Lounge, a scent that is centered on coffee aroma in leather smell and aromas gourmands surrounding both spreading by warmly environment. The Ane gives wings to your imagination, so I left open the concept to be interpreted, passing some notes for her as I would like them to be made. The leather smell my perfume fairy did was inspired by an idea of ​​an Argentine leather, using it for the essences of paramela, Fabian and palo santo. The leather it was made by a soft aroma, a texture that has something of chamois and hot glossy resins at the same time. It is an abstract leather, not related classical standards, but very elegant and unique. Mokka Lounge leads the leather and coffee throughout their evolution, and it was interesting to see that during the months that perfume macerated in my house this link has become increasingly stronger. At first there was a silent space between them, which in time was filled with a beautiful warm atmosphere, slightly earthy and silky. Mokka Lounge opens with the aroma of roasted coffee, ground coffee still being prepared. The smell of leather and resins is already noticeable as early as then, and he keeps giving room for other aromas appear over time. Today I realized the delicious woody smell of Indian sandalwood a gourmand touch of vanilla, green and woody scent of vetiver. The other day your environment revealed to me the most amber colored and classic face musk ketone with labdanum, a subtly Animalic tone that brings wealth the idea as a whole. As the name says, this is a zen aroma of coffee and leather, the smell of an environment that is reflected in the skin and the garment with a wealth of nuances that takes various uses to be understood and appreciated. A smell that inhabited my dreams came to life in an accessible price and a friendship that little is found in a market where humility and accessibility is not a standard.