Pesquisar este blog

5 de jun de 2015

Ane Walsh Para Henrique Brito - Fleur de Canelle


Notas: Esprit de Rose Triple, Esprit de Fleur d'Orangeur, Esprit de Cassie, Esprit de Vanille,
Canela, Amêndoas Amargas, Jasmim, Mimosa, Iononas, Narciso, Rosa, Neroli, Cassia, Canela Ceilão, Cidra, Almiscar

Português (scroll down for english version):
Ao criar 5 perfumes diferentes com a minha grande amiga e mãe Ane, eu percebo o como o processo de design de um perfume pode ser variado. As vezes a idéia surge de um ambiente - como o couro e café do Mokka Lounge. Outras, é de um jogo com os sentidos das palavras - floresta negra foi assim. Imagens e quadros com o Tanque das Ninféias de Monet também podem inspirar e produzir algo interessante. Outras vezes ainda, como em Snowiz, durante o processo como um todo a idéia se transforma bastante e o resultado final apesar de não ser o esperado é muito belo. E ainda há a possibilidade de manter a inspiração simples e direta, como foi feito em Fleur de Canelle.

A minha paixão por flores é algo que me surpreende até hoje. No começo do meu interesse por perfumes, as flores eram um universo que não me interessava. Quando criança e adolescente eu associava flores a cemitério, a aromas sujos ou ainda a presentes românticos. Apenas com o tempo e com as minhas sucessivas buscas por diferentes tipos de perfumes para testar é que o seu universo começou a me despertar interesse. E de repente me vi apaixonado e imerso num mundo onde cores, aromas e simbolismos são ricos e diversificados.

As vezes busco por curiosidade se determinado material possui e flor e como é sua flor. Dia desses resolvi fazer isso com a canela e descobri delicadas e pequeninas flores brancas. Fiquei imaginando como seria o cheiro delas e, para minha surpresa, encontrei poucos perfumes com inspiração em suas flores - aparentemente sua composição aromática não inspira muitos perfumistas e diretores criativos.

Resolvi novamente passar o conceito para a minha fada madrinha dos perfumes - e ela se entusiasmou com a idéia tanto quanto eu. Partindo de uma fórmula clássica encontrada em um dos livros de Septimus Piesse, Ane criou o que é para mim uma de suas obras-primas até o presente momente. Seu Fleur de Canelle é maravilhosamente bom para se passar por um Guerlain Clássico.

Há algo no refinamento, graça e sensualidade de Fleur de Canelle que é típico da época de ouro da perfumaria da Guerlain. Fleurs de Canelle tem uma dinâmica doce, floral e atalcada que me remete a  um de seus caros perfumes icônicos vintages - Parfums de Champs Elysees. A principal diferença é o aroma adocicado, quente e picante da canela, que se mistura em perfeita harmonia com o cheiro da rosa, o aroma atalcado e doce das iononas, a base fina, erótica e elegante de baunilha e almíscar, o aroma de pólen da mimosa e cassie, o tom amendoado sutil.

Eu poderia dizer tanto sobre Fleur de Canelle! Ele certamente é meu e eu sou dele. Que algo assim seja criado e com um preço acessível me faz sorrir quanto a minha sorte de ter uma perfumista como a Ane na minha vida. Um conceito simples, abstrato, interpretado com tanta técnica, classicismo e graciosidade. Que benção é o seu talento Ane e que honra a minha poder observar essa maravilha amadurecer e se tornar ainda mais complexa nos próximos meses.

English:

By creating 5 different perfumes with my good friend and mother Abe, I realize as a perfume design process can be varied. Sometimes the idea comes from an environment - like  the leather and coffee in Mokka Lounge. Other, it is a game with the meanings of words - black forest was like it. Images and pictures like The Nymphea's lake of Monet's can also inspire and produce something interesting. Still other times, as in Snowiz, during the process as a whole the idea suffers deep transformations and the end result although not expected is beautiful. And there's the possibility of keeping the simple and direct inspiration, as was done in Fleur de Canelle.

My passion for flowers is something that surprises me to this day. At the beginning of my interest in perfumes, flowers were a universe that did not interest me. As a child and teenager I associated flowers to the cemetery, the dirty aromas or the romantic gifts. Only with time and with my successive searches for different types of perfumes to test is that this universe began to wake my interest. And suddenly I found myself in love and immersed in a world where colors, aromas and symbolism were rich and diverse.

Sometimes I search for curiosity if a given material has a flower and how it looks like. These days I decided to do it with cinnamon and found delicate and tiny white flowers. I wondered how  would them smell and to my surprise, I found few scents inspired in its flowers - apparently its aromatic composition does not inspire many perfumers and creative directors.

I decided to share again the concept with my fairy godmother of perfumes - and she was enthusiastic about the idea as I do. From a classic formula found in one of Septimus Piesse books, Ane created what is for me one of her masterpieces until now. Her Fleur de Canelle is wonderfully good to look like a Guerlain Classic.

There is something in refinamene, grace and Fleur de Canelle sensuality that is typical of the golden age of Guerlain perfumer. Fleurs de Canelle has a sweet dynamic, floral and powdery that brings me to one of his expensive vintages iconic perfume - Parfums de Champs Elysees. The main difference is the smell sweet, hot and spicy cinnamon, which blends seamlessly with the scent  powdery roses and sweet aroma of ionones, the delicat, erotic and elegant base of  vanilla and musk and the scent of pollen from mimosa and cassie, with the whole scene completed by subtle almond tone.

I could say so much about Fleur de Canelle! It certainly is mine and I am hers. That something like this was created at an affordable price makes me smile as my luck to have a perfumer as Ane in my life. A simple abstract concept played with such technique, classicism and grace. What a blessing is your talent Ane and what an honour being able  to observe this marvel mature and become even more complex in the upcoming months.