Pesquisar este blog

2 de mai de 2015

Pekji Parfums Cuir6 Fragrance Review


Português (scroll down for english version):

 Se há um tema que é perfeito para ser explorado de forma literal e completa é o couro. É uma das temáticas mais clássicas da perfumaria, afinal a arte de compor aromas começou a se desenvolver de forma mais intensa ocidentalmente no processo de tratamento do couro, na eliminação do cheiro não tão agradável, algo que não era desejável para um artigo de luxo.Não existe (graças a Deus!) absoluto de couro de animal, o que conhecemos como aroma de couro éuma abstração da combinação de materiais clássicos e modernos capazes de evocar para nós o cheiro intrinsecamente relacionado a essas peças.
Cuir6 é exatamente isso, um exercício de evocação do aroma de couro, uma espécie de mistura de uma abordagem abstrata, devido aos motivos mencionados acima, com uma execução hiper-realista, já que o perfumista se debruça a do começo ao fim evocar um aroma de couro, misturando uma aura clássica com uma interpretação moderna.
Logo de cara você percebe esse ode a eras que já se foram, a aromas clássicos e finos de couro. Isso se dá especialmente pelo uso do aroma lustruoso, encerado e finamente emborrachado/esfumaçado que a nota de bétula retificada dá a composição. A resina dessa árvore é uma das mais clássicas em perfumes de couro, uma peça chave do acorde de couro da rússia. Mas como o autor disse, a orquestração ao redor dela lhe dá uma cara mais moderna, sem lhe roubar a riqueza. Logo de cara você percebe um aroma picante doce e abafado, algo que me faz pensar em cravo ou canela. A isso se mistura um cheiro que remete a cera de abelhas e também a aroma de bebida. Isso se deve pelo uso generoso de açafrão no perfume - o que com certeza já faz com que Cuir6 não seja uma criação nem um pouco barata de se produzir. Mas além de cara, é bem elegante, evoluindo o cheiro de couro entre a sobreposição de açafrão e bétula para uma base onde você percebe o couro surgindo de um acorde de ambar incenso e musk - um musk discretamente animálico que me faz pensar de forma distante em acordes de agarwood também.
Certamente Cuir6 pode parecer simples a princípio, mas isso se deve pois ele trabalha um degradê olfativo de aromas marrons lustrados que vão variando sutilmente. Pode não agradar a todos, mas na categoria de couro clássico se destaca pelo refinamento, abordagem do tema, complexidade e excelente performance na pele. É para mim um dos melhores de uma linha que até agora mostra uma qualidade muito superior a média.

English:
If there is a theme that is perfect to be explored literally and completely is leather. It is one of the classic themes of perfumery, after all the art of composing aromas began to develop more intensely in the ocident in leather treatment process to eliminate the not so pleasant smell of leather, something that was not desirable for a luxury item. There is not (thank God!) any animal leather absolutel, what we know as leather aroma is an abstraction of the combination of classic and modern materials capable of evoking for us the smell intrinsically related to it.
Cuir6 is exactly that, an evocation exercise of leather aroma, a kind of mixture of an abstract approach, due to the reasons mentioned above, with a hyper-realistic implementation, since the perfumer addresses it from start to finish evoke, mixing a classical aura with a modern interpretation.
Right away you realize this ode to bygone eras, the classic and fine aromas of leather. This is especially true when using the glossy, polished and finely rubberized / smoky aroma that the rectified birch note gives into the composition. The resin of this tree is one of the classic leather accords, a key piece in cuir de russie fragrances. But as the author said, the orchestration around it gives you a more modern face without stealing its richness. Right away you realize a spicy sweet and sultry scent, something that makes me think of cinnamon or cloves. To this mixture is a smell that reminds me of beeswax and also boozy dry drinks. This is due, i guess, to the generous use of saffron in the perfume - which surely makes Cuir6 a creation expensive to manufacture. But in addition to this, is very elegant, evolving the smell of leather between the overlapping saffron and birch to a base where you realize the leather arising from an amber accord, incense and musk - a mildly Animalic musk that makes me think distantly in agarwood bases too.
Certainly Cuir6 may seem simple at first, but that is because he works an olfactory gradient of polished brown aromas range varying subtly. It certainly will not please everyone, but in classic leather category stands out for its refinement, theme approach, complexity and excellent performance in the skin. It is for me one of the best of a line that so far has shown a much higher quality than the average.