Pesquisar este blog

23 de mai de 2015

Frederic Malle - Lys Mediterrane Fragrance Review


Imagem pertencente a cindiprime designs

Português (scroll down for english version):

Uma das flores que me impressiona o cheiro quando presente no ambiente é o aroma do lírio. Essa flor é quase como se fosse, em questão de aroma, o oposto do cheiro do lírio do vale: opulenta, nem um pouco virginal, bem carnal em seu aroma de nuances animálicas. É certamente uma femme fatale do mundos das flores, uma bem curvilínea no seu cheiro. Por isso, a tarefa de fazer um perfume fiel ao aroma do lírio em um contexto aquático e mediterrâneo não é das mais fáceis. Como fazer essa dama tão sensual e erótica relaxar?

Aparentemente a solução encontrada é a mais clichê quando se pensa em aromas mediterrâneos e é a solução que funciona perfeitamente.  Edouard Fléchier leva o Lírio de férias ao aroma aquático mediterrâneo na companhia da flor de laranjeira - sensual também, entretanto com um aroma mais delicado e cítrico. A parte aquática nessa composição é interessante, pois é um misto de aroma frutal, brisa oceânica, leve tom salino e metálico, e que funciona perfeitamente bem pois está amparado em um aroma floral rico e leve, de forma que um complementa o outro e a aura não se torna banal,

O Aroma do lírio aparece filtrado, com a sua parte mais animálica (que remete a urina quando muito concentrada) ausente e seu aroma floral branco se tornando mais delicado, sendo complementado pela cremosidade da baunilha e do musk na base. Apesar de parecer simples e as vezes suave demais, sua aura de lírio, baunilha e musk vem e vai como brisas frescas em contato com o calor da pele, formando uma aura floral branca muito envolvente. E, dessa forma, o lírio finalmente tira as férias merecidas de seu papel de femme fatale, acompanhado de uma boa amiga, e aproveitando o máximo de seus momentos de relaxamento, estendendo-os o máximo possível na pele.

English:

One of the flowers that impresses me when its smell is present in the environment is the scent of lily. This flower is almost like in aroma terms the opposite of lily of the valley scent: opulent, not at all virginal, and carnal in its aroma of animalic nuances. It is certainly a femme fatale from the world of flowers, a very curvy in her scent. Therefore, the task of making a faithful scent to lily aroma in a water and Mediterranean context is not the easiest. How to make this so sensual and erotic lady relax?

Apparently the solution is the most cliche when we think of Mediterranean aromas and is the solution that works perfectly. Edouard Fléchier takes Lily on vacation into the aquatic Mediterranean breeze using the orange blossom as a company - sexy too, but with a more delicate and citrus aroma. The acquatic angle of this composition is interesting because it is a blend of fruity aroma, ocean breezes, light and metallic salt aroma, which works perfectly well as it is supported in a rich and light floral aroma, so  they complement each other and the aura does not become banal,

The Lily Aroma appears filtered with its more animalic part (which refers to when highly concentrated urine) away and its white floral scent becoming more delicate, being complemented by creamy vanilla and musk at the base. Although it might seem simple and sometimes too soft, the aura of  lily, vanilla and musk come and go as cool breezes in  contact with the heat of the skin, forming a sexy white floral aura very captivating. And in that way, Lily finally takes the deserved vacation from her  femme fatale role, accompanied by a good friend, and making the most of her moments of relaxation, stretching them as much as possible on the skin.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com relação a postagem? Escreva aqui
Comments related to the post? Write them here