Pesquisar este blog

18 de mai de 2015

Frederic Malle - Le Parfum de Therese Fragrance Review

Português (scroll down for english version) De todos os perfumes integrantes da coleção da Editions de Parfums Frederic Malle, eu acredito que Le Parfum de Therese é o que está mais relacionado com a história pessoal de Frederic Malle. É o elo com sua infância, o perfume criado pelo grande Edmond Roudnitska para sua esposa, Therese Roudnitska, ela também perfumista. Le Parfum de Therese permaneceu por anos um aroma pessoal até que Malle convenceu a mãe e ao filho do casal, Michel Roudnitska, a lançá-lo dentro da sua coleção de fragrâncias que pretendia expor o aspecto artístico das criações, suas histórias e os mestres relacionados a elas. Se hoje isso pode parecer algo mais natural, em 2000 foi um movimento ousado num mercado que preferia manter os criadores de seus produtos no anônimato.

Essa foi uma criação inovadora a seu tempo, feita do Edmond no início dos anos 60. Apesar de hoje seu aroma chypre floral e frutal de nuances aquáticas nos remeter a obras-primas como Cristalle ou Diorella, nos anos 60 esse tipo de criação simplesmente não existia. Talvez pois ainda estavam para serem descobertas moléculas importantes para a composição como um todo dos dois perfumes anteriormente citados. Na época que Edmond criou Le Parfum, ainda estavam para ser disponibilizadas duas moléculas essenciais para o aroma sensual e luminoso que viria a princípio em Eau Sauvage e seria extendido em Diorella e posteriormente em Cristalle: hedione e helional, a primeira responsável por trazer um aroma luminoso de nuances de jasmim capaz de arredondar acordes florais e a segunda formando com o hedione um aroma frutal de nuances aquáticos que de certa forma seria o precursor para a família aquática que viria nos anos 90.

Em Le Parfum de Therese, sem essas moléculas eu tenho a impressão que Edmond começaria a exploração de uma estrutura feminina porém não tola, um aroma de uma mulher como o que a sua esposa me transmite pelas imagens, feminina, inteligente, cheia de vida. O aroma das flores brancas é mais sugerido do que concretizado aqui e o aroma da ameixa parece natural, não muito suculento, como se fosse resultado de essências naturais e sintéticos, talvez mais de um aldeído ou acetato criando uma impressão fina de ameixas frescas envoltas em pétalas de rosas e flores brancas. A elas, temos um aroma cítrico entre o suculento de uma tangerina e o cheiro mais adstringente e mais azedinho do limão. Le Parfum contrasta essas notas, que evoluem lentamente, com uma base de aroma amadeirado, tons de couro e notas de musk e um quê adocicado e resinoso, essas duas últimas aparecendo só nos últimos momentos do perfume.

Não é a toa que todos se encantaram com essa criação, que segundo o relato do filho do casal foi desejada por várias grifes, entretanto considerada por muitas  algo arriscado e inovador demais para sua época. Talvez por isso Edmond o compôs para sua mulher, um dos melhores perfumes para o amor da sua vida, para alguém que saberia apreciar seu talento em encontrar a fluidez entre aromas sensuais sem perder a classe. Edmond é um dos grandes perfumistas de seu tempo e um exemplo perfeito de história e obra de arte a ser contada e exposta.

English:

From all the members of  Editions de Parfums Frederic Malle parfum collection, I believe Le Parfum de Therese the one most related to the personal history of Frederic Malle. It is the link to his childhood , the perfume created by the great Edmond Roudnitska to his wife, Therese Roudnitska, it also perfumer. Le Parfum de Therese remained for years a personal aroma until Malle convinced her mother and son, Michel Roudnitska, to launch it within their collection of fragrances that intended to expose the artistic aspect of the creations, their stories and masters related to them. If todayit  may seem more natural, in 2000 it was a bold move in a market that preferred to keep the creators of their products anonymous.

This was an innovative creation in its time, made by Edmond in the early 60. Although today its floral and fruity chypre scent of aquatic nuances seems to refer the masterpieces like Cristalle or Diorella in the 60s this kind of creation simply not exist. Perhaps it was further discovered to be important molecules for the composition as a whole the two aforementioned perfume. By the time Edmond created Le Parfum, they were yet to be made available two essential molecules for the sensual and luminous scent that would debut in Eau Sauvage and would be extended in Diorella and later in Cristalle: hedione and helional, the first responsible for bringing a scent bright jasmine nuances able to round floral accords and the second forming with the hedione one fruity aroma of aquatic nuances that somehow would be the precursor to aquatic family that would come in the 90s.

Le Parfum de Therese, without these molecules I have the impression that Edmond would start operating a female structure but not a fool, a scent of a woman as the impressim his  wife gives me, feminine, intelligent, full of life. The scent of white flowers is more suggested than achieved here and plum aroma seems natural, not very juicy, as if it were the result of natural and synthetic essences, perhaps more of an aldehyde or acetate creating a fine impression of fresh plums wrapped in rose petals and white flowers. To them, we have a citrus scent between a juicy tangerine and smell more and more astringent azedinho lemon. Le Parfum contrasts these notes, which change slowly, with a woody of leather tones and notes of musk and a touch sweet and resinous, the latter two appearing only in the last moments of the creation.

No wonder that all were marveled at this creation, which the couple's son's account was required for several brands, though considered by many too risky and something innovative for its time. Maybe that's why the Edmond made it to his wife, one of the best perfumes for the love of his life, someone would know to appreciate his talent in finding the fluidity between sensual aromas without losing the class. Edmond is one of the great performers of his time and a perfect example of history and work of art to be told and exposed.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com relação a postagem? Escreva aqui
Comments related to the post? Write them here