Pesquisar este blog

17 de mai de 2015

Balenciaga Cristobal Homme Fragrance Review




 O último perfume masculino feito pela grife Balenciaga pode não ser clássico como todas as outras criações da marca, mas ainda sim possui sua estrutura básica enraizada em uma das famílias mais tradicionais da perfumaria masculina desenvolvida a partir de 1900. Eu vejo Cristobal Homme mais como um Fougere Oriental do que um Oriental Amadeirado como sua classificação sugere. O Homem Cristobal tem o ar mais sério do homem clássico mas me parece menos pesado ou fechado, talvez pela ênfase nos elementos mais adocicados do acorde fougere (nesse caso a baunilha, coumarina, benjoin e o sândalo cremoso). Com isso, o lado mais verde e seco é diminuído e posto mais enfâse na parte herbal, no aroma da lavanda, no frescor cítrico, no cheiro mentolado e discretamente floral do gerânio. A princípio Cristobal Homme me parece até comum, devido a esses elementos, mas conforme ele evolui vai ganhando esse tom mais doce, um quê mais picante, um ar mais sensual e envolvente. É um perfume pouco conhecido atualmente mas um elegante fougere de uma casa de fragrâncias que no passado teve excelentes criações.