Pesquisar este blog

1 de abr de 2015

Natura Humor 1 Avaliação Review


Eu não tinha percebido até o uso recente o como os perfumes Humor 1 e Humor 2 da Natura formam uma espécie perfeita de casal masculino e feminino. Isso é raro, pois é difícil você conseguir que uma dupla de perfumes voltados para públicos diferentes possuam um DNA em comum e ainda sim soem distintos o suficiente. E me intriga também o como na família Humor a Natura usa sua assinatura olfativa, o sândalo e musk, de uma forma que parece diferente, como se ressaltasse um lado mais oleoso da madeira de sândalo que não aparece de forma geral. É por meio dessa base amadeirada, cremosa e meio oleosa que esse par se conecta, seguindo caminhos diferentes em suas identidades até chegar ao que possuem em comum. Humor 1 é mais frutal, um pouco delicado talvez e se antes ele me passava a sensação de ser muito funcional hoje por algum motivo ele me parece como um perfume mesmo e não como o cheiro de algum produto para o corpo ou cabelo. A nota frutal de pêra é mais adocicada e encorpada que em perfumes que contém essa fruta em geral, e sua doçura frutal se contrasta com um uso mais sutil do cassis, que não chega a dar aquele aroma mentolado a composição mas cria o lado mais verde da nuance adocicada de pêra. Eu não percebo o jasmim ou o lírio nesse perfume (provavelmente o lírio se misture para mim com a pÊra, já que os sintéticos que reproduzem ambas as notas em geral possuem aspectos em comum e talvez estejam calibrados aqui para se misturarem mesmo), mas eu percebo alguma nota não declarada na pirâmide dando uma aura floral verde e adocicada que é típica da violeta. Como eu disse anteriormente no caso do Ekos Maracujá, é um perfume completo, tem um começo, meio e fim, uma boa performance, uma aroma frutal que se não é brilhante (e dificilmente frutais o são) também não é banal e tem um custo/benefício razoável. É um excelente produto.