Pesquisar este blog

19 de fev de 2015

Amberfig Parfums Yasamin Fragrance Review



Português (scroll down for the english version):

O nome não mente, Yasamin é uma princesa ou príncipe árabe. Começo com essa ambiguidade pois seu cheiro é assim, dividido igualmente entre um lado fortemente sensual e feminino e um lado mais sisudo, masculino, o que para mim indica que será uma criação capaz de agradar a ambos os públicos. Yasamin é uma variação proveniente do árabe para Yasmin, o jasmim que é a sua principal essência nessa composição. Essa é uma flor extremamente versátil na perfumaria, capaz de se encaixar em diversas famílias olfativa, sensual em suas nuances - pode-se explorar seu lado mais indólico e animálico, o cheiro mais cítrico, o aspecto frutal, o seu lado floral mais cremoso. Em Yasamin, percebo que a escolha do jasmim sambac traz esse príncipe/princesa para um território entre o cítrico e o floral cremoso. A princípio, esse jasmim se mostra mais floral e sua cremosidade é complementada pelo aroma de tonka e da baunilha, mas com o passar do tempo você nota mais rente a pele a nuance de flor de laranjeira, característica da evolução do jasmim sambac. Pelo lado mais masculino, temos um patchouli clássico, rico em suas nuances terrosas, com um leve quê de incenso e que, combinado com a tonka e a baunilha, produz as vezes a ilusão de um chocolate amargo na pele. Ele dá uma aura bem oriental ao jasmim e é o que o torna mais ambíguo, dando um lado tipicamente mais masculino ou pelo menos unissex a composição. A dinâmica entre patchouli e jasmim me faz pensar em Yasamin como similar no jeito de evolução ao Lush Karma, como se fosse o primo de Jasmim desse.

English:

The name doesn't lie, Yasamin is an arab princess or prince. I begin writting about it with this ambiguity because its smell is like that for me, divided equally between a side strontly sensual and feminine and a more serious and masculine one, which for me indicates it will be a creation able to please both publics. Yasamin is a variation descendant from the arab Yasmin, which stands for the jasmin - the main essence in this composition. This is an extremely versatile flower in perfumery, able to fit in several olfactive families and also sensual in its different nuances - you can explore its animalic and indolic side, the citrus nuance, the fruity aspect, its floral and creamy side. In Yasamin, i notice that the jasmim sambac choice puts to this prince/princess into a citrus and creamy floral territory. At first this jasmine is more floral and its creaminess is complemented by the vanilla and tonka aroma, but as the times passes you notice close to the skin a citrus orange flower nuance, typical of jasmine sambac evolution. Looking for the more masculine side, we have here a very classic patchouli, rich in its earthy nuances, with a soft incense nuance and that, combined with the tonka and vanilla, produces sometimes the illusion of a bitter chocolate at the skin. It gives it a very oriental aura to the jasmine and it what makes the whole composition ambiguous, giving it a typical unissex or masculine aura. The patchouli and jasmine dinamic makes me think of Yasamin as a similar in its evolution to Lush Karma, as if it was a jasmine cousin to it.