Pesquisar este blog

16 de jan de 2015

Versace Baby Blue Jeans



Português (scroll down for english version):

Que perfume curioso, uma criação masculina adulta voltada para o público infantil. Me parece uma criação de transição, um daqueles perfumes da década de 90 que trás traços dos anos 80 que nem o Versace Uomo. Aliás, parece meio que um flanker do Uomo puxando para as notas mais cítricas e aromáticas. Baby Blue Jeans começa com um aroma cítrico mais seco, que para mim parece favorecer mais o aroma da lima e da bergamota e menos a mandarina, que é uma fruta cítrica mais docinha para mim. Eu percebo um gálbano mais moderado, que dá apenas um aspecto verde amargo que se mistura ao cheiro de erva do rosmarinho. A iris aqui é mais terrosa do que floral e atalcada e se mistura bem as outras notas; Baby Blue Jeans mantém um aroma cítrico e herbal coeso, dando trabalho separar as notas. Gosto de como foi feita a base dele, se tivessem pesado a mão no patchouli e colocado um tipo mais potente seria um típico oitentista, mas a combinação de alguma forma parece tentar mimetizar o cheiro de sândalo indiano. É aquele sândalo amadeirado, cremoso, com nuances de incenso, um cheiro meio de goma (que eu suponho ser contribuição do musk), e com a terrosidade do patchouli equilibrada para dar a complexidade do cheiro que só o sândalo indiano possui. É uma criação de respeito disfarçada de um inocente perfume infantil.

English:
What an odd perfume, a masculine adult creation launched towards the child public. It's one of those 90's creations that seems like a transition one, with plenty of 80 traces, much like another Versace from this era, Versus Uomo. Moreover, it kind of look like a Versus Uomo flanker focusing more on the citrus and aromatic notes. Baby Blue jeans starts with a dry citrus aroma, that for me seems to favor more the lime and bergamot than the mandrina, which is a sweeter citrus fruit for me. I notice a moderate uso of galbanum that gives a slightly bitter grassy side the the herbal rosemary aroma.The iris here is more earthy than floral and powdery and mixes very well with the other notes; Baby Blue Jeans seems to keep a coehesive citrus and herbal aroma, so it's kind of tricky to separate the notes, i'm here making inferences of them based on my perceptions on other fragrances. I really like how the base was composed on this fragrance; instead of going on a heavy dose with patchouli here, putting on of those quite 80's potent patchouli accords, the combination seems to somehow try to mimick the nuances of mysore indian sandalwood. It has all those nuance of this variety, the woody side, the creamy sweet one, a kind of gum facet that i suppose is a musk contribution, and an earthy side being emulated on background by the patchouli. It's a respectful creation masked as an innocent child perfume.