Pesquisar este blog

14 de jan de 2015

MiN New York Scent Stories Dahab

Português (Scroll Down for English Version):

Imediatamente ao ler o nome desse perfume sem saber mais nada sobre ele eu esperava: 1)Um perfume árabe e 2)Um perfume de oud. E ao ver as notas e as descrições dele pela marca, vejo que ele realmente tem esses 2 elos. Entretanto, usar Dahab para mim e esperar uma criação árabe de Oud é o mesmo estranhamento que senti ao assistir Álbum de família com a Meryl Streep e descobrir que o filme foi classificado como uma comédia: o resultado é interessante, entretanto você fica com a sensação de que tem algo desconectado entre o produto final e sua devida promoção. Para mim, Dahab não tem nada de oud, seja natural ou sintético, e também não percebo as notas aquáticas salgadas que listram em sua descrição. Mas há sim um ar desértico em seu cheiro desde o começo, com um aroma que abre seco, abafado e pungente na pele. É como se tivessem feito uma base de ambar apenas da labdanum, sem nada de baunilha ou benjoin para conferir doçura. Eu percebo algo cítrico e amargo junto com alguma impressão herbal também abafada. Eu percebo as especiarias de uma forma progressiva, de uma combinação seca de pimenta e cominho para um aroma levemente adocicado e delicado de açafrão.As vezes eu tenho a sensação de que estou percebendo um aroma de um incenso mineral, mentolado, mas que se perde no cheiro mais seco e quente, e também sinto a ilusão de uma nota de baunilha bem distante, como uma miragem no meio desse deserto. Eu diria que há algo de fascinante e ao mesmo tempo opressor em um deserto, e é a mesma impressão que Dahab me passa. Depende muito do espectador e suas preferências/tolerâncias.

English:

Immediately as i read this perfume's name without kwnowing anything else from it i expected: 1)An arab scent and 2)An oud creation. And seing the notes and descriptions on the store website, i saw that it really has those 2 links. But wearing Dahab and expecting an oud araba creation gave me the same estrangement i had when i watched August: Osage County with Meryl Strip and discovered it was classified as a comedy (which is the last thing the film is): the result is interesting but you end with the sensation that there is something disconnected between the final product and it's proper promotion. But the scent does have, as they promote, a desert air on its smell since the beginning, an aroma tha opens very dry, sultry nad pugent smell on skin.I feel like they have made a base of ambar only of labdanum, without any vanilla or benjoin to give it a sweet touch. Mixed with this there is something citrus and bitter going along also with an airless herbal impression. I then notice the spices in a progressive way, from a dry and slightly animalic pepper and cumin impresssion to a delicate and slightly sweet saffron touch.Sometimes i have the sensation that i'm also noticing a distant vanilla note just like a mirage in the middle of the desert. There is something fascinating and oppressor in a desert and this is the same impression that Dahab gaves me. It depends on its viewer preferences/tolerances.