Pesquisar este blog

27 de jan de 2015

Bentley Azure Fragrance Review


Português (scroll down for english version):

Azure me parece a proposta mais segura entre a compacta linha de criações da Bentley. Com certeza foi feito para os que curtem perfumes esportivos ou aquáticos, e por isso segue as regras desse gênero, o que o torna difícil de ser uma composição que se destaque, mas com certeza está entre os que foram bem feitos nesse gênero. Azure opta por uma combinação de cítricos, um aroma leve de chá e folha de violeta em vez de um aroma propriamente aquático. A combinação é refrescante e leve, me remete a segunda fase do Gucci Pour Homme II, a que vem após o aroma de chá quente e especiarias. Eu gosto da nota de abacaxi no Azure, por ela não ser gritante mas também não ser inexistente - ela se desenvolve paralela a estrutura suave dos cítricos e do aroma de chá, acrescentando o aroma de um abacaxi mais fresco, menos adocicado que o comum. Azure evolui para um aroma mineral, ambarado suave, algo que poderia ser muito bem musk e um uso discreto de ambroxan. É um perfume de dia-dia, tendendo mais para um aroma segunda pele. Não é empolgante, porém também não decepciona e faz o que se propõe a fazer.

English:

Azure seems to me like the safest offer between the compact Bentley creations line. Certainly it was made for whom enjoy sport or aquatic fragrances, e maybe due this it follow the rules of this genre, which make it difficult to be a composition that stand out, but certainly seems like one thas been properly done inside the contraints of this genre. Azure opts for a combination of citrus, a light tea aroma and a violet leaf instead of a properly aquatic aroma. The combination is refreshing and light, a subtle tea and violet leaf combination that reminds me of Gucci Pour Homme II in its second phase, after the hot tea and spices has gone. I like the pineapple note in Azure, it's not loud but it's not absent either - it seems to develop in parallel with the soft citrus and tea structure, adding to it a pineapple aroma which seems more fresh and less ripe than the common interpretation of this fruit. Azure develops at its final phase into a mineral, ambery soft aura, something that could be very well musk and discreet use of ambroxan. It's more of a fragrance to wear daily, going towards a second skin fragrance. It's not enticing, but also doesn't seem to disappoint and it does what it propose to do.