Pesquisar este blog

29 de dez de 2012

3 Momentos de Destaque - Janeiro 2012




Eu no geral sou contra listas de top de perfumes por um motivo bem simples: tenho dificuldade em, dado um critério, favorecer alguns perfumes e deixar para trás outros tão ou mais especiais que ele. Mas como 2012 foi um ano especial para mim com relação a perfumes, resolvi tentar pela primeira vez fazer uma lista. Só que não 10 ou 12, mas sim 36 perfumes. A escolha 36 é uma forma de fazer um top 3 de cada um dos meses e escolher 10% de todos os 365 perfumes (ainda não são, mas até o final do ano serão rs) que eu usei e que formaram meu ano. O critério que eu usei para selecioná-los foi simples: os que me conquistaram mais e que quando eu olho para trás me lembro com maior carinho deles. Vou escolher por dia 3 de 2 meses. Agora, revelo os que eu mais gostei em Janeiro:

1 - Creed Sublime Vanille. Eu sou apaixonado por baunilhas, e aprecio quando uma baunilha consegue ser simples, sem ser adocicada demais. Essa, além de soar natural ainda tem uma abertura cítrica e refrescante que ajuda a torná-la mais fácil de usar para mim. O preço dela é questionável, mas é sem dúvida um dos meus perfumes favoritos de Janeiro e de 2012.

2 - Eau de Rochas. Cada vez que eu uso Eau de Rochas eu me surpreendo com ele. É um dos melhores cítricos de todos os tempos, uma combinação refrescante de frutas cítricas, ervas e madeiras. Algo nele é levemente salgado e me remete a praia, a tempos bons, sem que o perfume seja em si aquático e sem que seja banal tbm. É um cítrico atemporal e que eu espero que mantenha a sua qualidade por muito tempo ainda.

3 - Prada Amber Pour Homme. Me lembro que da primeira vez que usei o lançamento masculino da Prada foi uma decepção, pois esperava uma criação oriental e quente ao estilo do feminino. Por sorte, não o desprezei, pois o aroma almiscarado e clean desse perfume esconde uma composição clássica muito bem elaborada, cheia de detalhes a serem descobertos. É para mim um dos lançamentos masculinos mais elegantes dos últimos anos.