Pesquisar este blog

24 de dez de 2011

Idylle Eau Sublime e Idylle Extrait - Guerlain Avaliação (Português)



2011 foi um ano agitado em termos de lançamentos para a Guerlain. E o principal perfume promovido pela grife em termos de lançamentos foi o delicado Idylle. Preparando-se para o próximo lançamento feminino da marca em 2012, a grife terminou de explorar o bouquet almiscarado de rosas da idéia original em três combinações, que junto com as formulações edt e edp somaram as 5 variações que a grife vem oferecendo dos seus principais lançamentos femininos desde o lançamento de Samsara. Começando o ano com Idylle Duet, que trouxe a idéia original um aroma de rosas mais alcóolico e amadeirado, foram adicionadas no final do ano as duas últimas variações, uma mais comercial, Idylle Eau Sublime, e uma mais clássica, Idylle Extrait. É difícil dizer se todas são necessárias para os que não colecionam ou não são apaixonados pela grife, porém é possível notar que a Guerlain manteve a coerência entre todas as variações, fazendo mudanças que podem vir a agradar a quem não gostou das outras versões devido a algum momento da evolução do cheiro.

Idylle Eau Sublime

Notas: Lichia, Rosa, Pêssego, Jasmim, Musk, Patchouli


Avaliação Pessoal: 8,0
Rastro Percebido: Moderado
Longevidade Observada: 6 a 7 horas

Idylle Eau Sublime preenche duas necessidades na linha Idylle que as outras variações não tinham preenchido: versão de verão e público mais jovem. Ainda que a idéia original não possua a aura clássica da grife ela ainda é distante do aroma mais fresco e frutal que essa faixa de público consome. E por ser voltado a esse público, Eau Sublime não oferece surpresas, mas é capaz de fazer trazer uma aura frutal coerente ao aroma de rosas, musk e patchouli. A combinação de pêssego e lichia é doce e fresca ao mesmo tempo, próxima a um aroma de um shampoo frutal, mas que se salva desse problema devido a estrutura que é dada. Em vez do lugar comum de musk que se esperaria de um floral frutal, a idéia é evoluída para um bouquet de flores frescas e não indólicas, que passa um aroma de flores de primavera e é sustentado, porém não dominado, pelo musk e patchouli na base. Eau Sublime dura na pele uma porção considerável de tempo, entre 6 a 7 horas, e consegue ter uma personalidade própria, mais jovem, mantendo os elementos básicos de quem o originou.



Idylle Extrait

Notas : Rosa Bulgara, Essência de Rosas, Absoluto de Rosas, Framboesa, Lichia, Frésia, sementes de Ambrette


Avaliação Pessoal: 9,0
Rastro Percebido: Moderado
Longevidade Observada: 8 horas

A versão mais concentrada da família Idylle acaba sendo a mais delicada de todas. Idylle Extrait é de uma sensualidade delicada, não muito distante do oferecido em Idylle Duet, com a diferença de que o dueto trabalhado entre rosas e patchouli e transformado para um monólogo onde a rosa reina absoluta e as outras essências são suas meras coadjuvantes. Idylle Extrait é um bouquet de rosas que evidencia o lado licoroso das rosas, o seu aspecto frutal, o lado um pouco verde e a parte levemente azeda dessa multifacetada flor. Idylle Extrait é um licor precioso de rosas que ganha delicadas nuances de framboesa, lichia e que é tornado um pouco mais complexo pela floral da frésia. As sementes de Ambrette mantém o aspecto almiscarado da base de Idylle, porém com um enfoque levemente frutado e com uma cremosidade diferente. Idylle Extrait funciona bem como uma elegante segunda pele de rosas, ambrette e tons frutais discretos, de boa duração e rastro entre o sutil e o moderado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com relação a postagem? Escreva aqui
Comments related to the post? Write them here