Pesquisar este blog

18 de ago de 2011

Nùr - SoOud Avaliação/Review


Notas: limão, incenso, artemísia, camomila, cedro, damasco, raiz de íris, musk, ambar, couro russo, baunilha

Nùr é uma composição da grife SoOud que utiliza a palavra como inspiração para produzir uma harmonia luminosa, perolada e ambarada. Se isso passa a impressão de uma predominância atalcada ou delicada, Nùr surpreende por não ir nessa direção de forma simples e direta. Sua luminosidade possui um espectro complexo de impressões, onde couro, cheiros cítricos, vegetais e uma sutil presença abaunilhada e frutal são combinados com maestria para que juntos eles produzam a luz perolada prometida, uma aura familiar e aconchegante, mas ao mesmo tempo nova e intrigante.

A parte mais intensa de sua luminosidade provém de couro e ambar, os primeiros a serem notados quando o nariz capta os primeiros momentos de Nùr na pele. É possível perceber, prestando-se atenção, a delicadeza cítrica e aromática que limão, artemísia e camomila formam, algo efêmero porém agradável enquanto brilha tal acorde ao redor do couro vegetal ambarado que Nùr carrega. Após esse momento, percebe-se um fino licor frutal, que não é doce em demasia nem frutal enjoativo ou comum, e que possui uma sintonia com o adocicado da baunilha, também trabalhado para evocar uma aura leve e não uma densidade gourmand enjoativa. Aos poucos, essa luz em forma de aroma se transforma, escurecendo com a fase final incensada. Nela, é possível perceber o terroso da raiz de iris sem que haja saturação nesse cheiro, combinando com a impressão vegetal do couro, que se assemelha ao aroma de camurça aqui, finalizados pela luminosidade ambarada que se mantém até o último minuto na pele.

Nùr consegue atingir o que a linha se propõe, de misturar a tradição aromática árabe com uma interpretação ocidentalizada, ao trazer um perfume ambarado e incensado que, como Kanz, não é caricato na pele. Os finos detalhes dele dão a impressão de terem sido arranjados com tempo e cuidado, com um foco de quem contrói um conceito artístico mas sem descuidar de cada peça, sem transformá-lo em uma excentricidade. Isso, aliado a ótima fixação e ao aroma sutil e que dura fazem de Nùr uma peça artística que pode trazer qualidade tanto a momentos especiais como ao dia-dia de quem o usa. Sua luz não cega e é interessante observá-la com cuidado para entender as nuances de sua agradável cor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com relação a postagem? Escreva aqui
Comments related to the post? Write them here