Pesquisar este blog

26 de jul de 2011

Carmel Bohéme - En Voyage Perfumes Avaliação/Review


Notas: laranja doce, ameixa, lírio do vale, gardenia, tuberosa, jasmim,mel, olíbano,ambar, sândalo

Dentro da coleção Carmel-by-the-Sea,  Carmel Bohéme é o presente de Shelley para as origens da cidade por meio de um belíssimo e bem construído cheiro exótico e natural. Carmel Bohéme remonta as origens de Carmel-by-the-Sea em Bohemia-by-the-Sea. Bohemia foi o início da cidade pelos artistas que a criaram, e o propósito de manter a beleza, exuberância e intensidade da natureza da região em constraste com a liberdade artística se mostra em Carmel Boheme pelo contraste entre as flores e incensos. Em certos aspectos, Carmel Boheme se assemelha ao exótico e intenso incenso concebido em NU YSL. O que os diferencia é a sensibilidade que Shelley teve em balancear os elementos. A sua viagem aos primórdios de Carmel parece respeitar o aroma da natureza da mesma forma que os seus fundadores, mantendo o balanço por meio de uma saída cítrica e frutal doce em meio ao aroma natural, leitoso e verde das flores que o cerca. A Harmonia faz com que Carmel Bohéme possua uma aura mais abstrata e que contrasta menos entre diferentes cheiros florais, o que o torna um interessante caso exótico que não é cansativo ao nariz. O incenso de Carmel Bohéme envolve a paisagem num delicioso aroma almiscarado e amadeirado e esfumaçado, como uma névoa que carrega o cheiro das resinas e das madeiras e o mistura entre as flores e paisagem sem estragá-la ou dominá-la. A liberdade sensual dessa viagem em Carmel Bohéme consiste em desfrutar da exuberância natural da cidade como uma parte da natureza, com uma sensualidade em um cheiro que se mantém constante em uma bela voz exótica de flores, incensos e madeiras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com relação a postagem? Escreva aqui
Comments related to the post? Write them here