Pesquisar este blog

1 de jul de 2011

Angélique Noire - Guerlain Resenha/Review


Notas: Bergamota, Angélica, Baunilha

Angélique Noire apresenta um problema que costuma aparecer às vezes em criações mais exclusivas, que é a falta de um conceito bem elaborado que dê uma identidade ao perfume condizente com o preço cobrado. Angélique Noire como um aroma é agradável, duradouro, bem feito, porém ausente de uma identidade artística clara e definida ao redor do tema proposto, o aroma da flor Angélica. Há uma tentativa de remeter ao clássico aroma abaunilhado, evitando o aspecto mais atalcado que poderia dar um ar antigo para algumas pessoas. A baunilha é trabalhada, entretanto, de uma forma oriental ambarada que muito se assemelha a evolução do perfume Dior Addict. A maior diferença é o uso do floral da Angélica de forma sutil, explorando sua nuance verde e herbal, em sintonia com um discreto acorde atalcado e uma pimenta para evitar uma evolução doce e enjoativa demais. A proposta Noire é trabalhada de forma óbvia e o floral da Angélica acaba sendo muito discreto, ainda que agradável. Angélique Noire apresenta, dessa forma, a falta do foco claro na nota proposta, que poderia ter sido explorada acentuando-se seus aroma secundários, como o lado verde e herbal sutilmente discreto. Como um perfume luxuoso e artístico, Angélique Noire soa superficial e genérico e se sustenta somente pelo nome da grife e pela qualidade dos ingredientes. Sua simplicidade não acrescenta nada de novo que justifique o preço cobrado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com relação a postagem? Escreva aqui
Comments related to the post? Write them here