Pesquisar este blog

28 de jun de 2011

Cuir Beluga - Guerlain Resenha/Review


Notas: Baunilha, Heliotropo, Laranja Mandarina, Ambar, Couro

A impressão que tenho quanto a linha L 'Art et la Matière da Guerlain é a de que ela tenta recuperar o prestígio e luxo da marca, ao mesmo tempo que tenta se manter fiel ao estilo gourmand sofisticado que sempre foi o foco da grife desde seu início. Cuir Beluga, um dos integrantes dessa linha, é um sofisticado perfume onde baunilha e heliotropo são as principais estrelas, e o couro, presente no nome, é apenas sugerido durante a evolução. Há uma certa linearidade complexa na evolução; o perfume não muda muito durante suas fases na pele, porém é possível perceber uma multifacetada aura de baunilha, heliotropo e ambar principalmente. A baunilha é trabalhada de forma que seu cheiro durante a evolução me parece o da baunilha do clássico shalimar, porém sem o aspecto atalcado. O Heliotropo confere uma doçura floral equilibrada, ao passo que ambar e couro formam uma base que remete mais a uma delicada camurça do que a uma peça de couro clássico. Cuir Beluga mostra um aspecto curioso da arte, que nem sempre ela, ao focar em um tema, o trabalha da maneira direta que esperaríamos pelo título, e isso não significa que o resultado final é ruim. Cuir Beluga trabalha o couro de uma maneira acetinada, envolto em uma chique aura gourmand sutilmente incensada que, para os fãs da marca, é difícil de resistir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com relação a postagem? Escreva aqui
Comments related to the post? Write them here