Pesquisar este blog

28 de mai de 2011

Tubereuse Criminelle - Serge Lutens Resenha/Review


Notas: Tuberosa, Flor de Laranjeira, Jasmim, Baunilha, Musk, Estoraque, Noz-Moscada, Cravo da Índia

Os perfumes mais dramáticos de lutens são como celebridades excêntricas, ou você se identifica com eles e os ama ou o seu estilo estranho incomoda e leva a rejeição. Lutens gosta de explorar em algumas de suas idéias elementos que não são fáceis de serem apreciados pelo nariz a princípio. A Tuberosa é uma flor que possui essa dramaticidade em seu aroma, um misto de flor cítrica levemente frutal com um lado medicinal e canforado e um estranho aspecto de borracha nova que ela compartilha com o ylang-ylang, outra flor intensa e complexa. Tubereuse Criminelle utiliza todos os aspectos possíveis da tuberosa, e se fossemos transformá-lo em uma pessoa seria tanto uma Marilyn Monroe como uma Lady Gaga, sensual, feminino e confortável com seu lado estranho.


Os momentos mais desafiadores de Tubereuse estão na sua saída. É nela que observamos com um destaque nítido uma mistura de canfora, borracha e gasolina. Conforme o tempo passa, entretanto, o aspecto mais clássico, floral e feminino da Tuberosa se destaca entre a roupagem olfativa chamativa, e é nesse momento que percebemos um delicioso floral especiado, onde a tuberosa é estendida pelo Jasmim e Flor de Laranjeira e temperada por uma mistura de cravo da índia e noz moscada. Como a estrela aqui é a Tuberosa, as outras flores e especiarias junto com a base almiscarada sutilmente doce e esfumaçada  fazem parte das cantoras secundárias que criam o coro para a potente, marcante e às vezes estranha voz da Tuberosa se destacar.

Tubereuse Criminelle é condizente com seu nome e demonstra que Lutens se sai mais bem sucedido ao criar o dramático, intenso e artístico. Ame ou o odeie, Tubereuse Criminelle se destaca pela sua interpretação ousada da Tuberosa em um mercado onde perfumes que levam essa nota dificilmente não são inspirados nos clássicos Fracas e Amarige. A atemporalidade do seu acorde floral, canforado, especiado é o que Lutens ainda precisa desenvolver mais claramente em seus novos lançamentos, bons mas que falham em ter uma personalidade autêntica como a dessa diva floral.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com relação a postagem? Escreva aqui
Comments related to the post? Write them here