Pesquisar este blog

25 de mai de 2011

Fleurs d'Oranger - Serge Lutens Resenha/Review


Notas: Flor de Laranjeira, Tuberosa, Jasmim, Rosa, sementes de hibisco, noz moscada, cominho, musk

Apesar de percebermos que Lutens trabalha com maior ou menor intensidade determinados temas em suas composições olfativas, as flores sempre foram uma peça importante de suas criações; Lutens as veste em seus diversos temas, seja ao utilizá-las como uma peça fundamental de suas reproduções artísticas baseadas em estilos básicos ou como uma parte de seu acorde gourmand ou até ainda como fonte de inspiração na exploração de seus aspectos mais complicados e estranhos. Constantemente o autor as coloca em soliflores, onde todas as outras notas ao seu redor apenas servem como pedestal para estender seu sensual aroma o máximo possível. Muitos talvez não percebam, mas é exatamente dessa forma que Lutens também estende a cultura aromática árabe para o campo das flores. Fleurs d'Oranger é um de seus soliflores que captura com maestria um attar floral sensual para uma composição alcóolica duradoura.


Fleurs d'Oranger captura o cheiro da flor de laranjeira apenas como um attar árabe ousaria fazer. O lado cítrico da flor é utilizado junto com sua sutil sugestão de mel e também com o díficil lado mais verde, amargo e sujo de seu aroma. Se na perfumaria ocidental, especialmente para os gostos recentes, as flores são capturadas de forma transparente, delicada, primaveril ou no máximo doce, para a perfumaria árabe não há medo ou preconceito em explorar seu lado mais carnal e complicado, e o resultado é que com flores como a flor de laranjeira há uma garantia resultado marcante e inesquecível. Por afinidade, outras flores brancas são misturados ao bouquet de flor de laranjeira predominante, ajudando a torná-lo mais rico e imponente. Jasmim e Tuberosa contribuem para o aspecto amargo e sujo, enquanto rosa, hibisco e musk formam uma preciosa seda acetinada e doce que transparece em alguns momentos entre a temática floral densa. Noz moscada e cominho apenas temperam esse duradouro buquê floral cítrico e sensual.

Fleurs d'Oranger é uma das inúmeras composições onde Lutens dedica toda a atenção possível as suas versáteis damas acetinadas. Ele as trata com respeito, transformando em virtude aspectos seus que seriam considerados falhas ou complicações. E o resultado, fiel a um attar da realeza, é um floral cítrico denso que é mais fácil de ser achado na natureza do que em um produto de toilette. Não se deixe enganar pela possível aparência feminina de Fleurs; como um bom attar floral, fleurs d'oranger veste olfativamente a homens também, que na cultura árabe não possuem o preconceito de explorar a riqueza carnal das flores como um aroma deles.

Um comentário:

Ana Paula Pojo disse...

não conheço a fragrancia, mas amei a embalagem!hihihi
beijos

http://style-and-cia.blogspot.com/

Postar um comentário

Comentários com relação a postagem? Escreva aqui
Comments related to the post? Write them here