Pesquisar este blog

1 de abr de 2011

Nahema - Guerlain


Notas: bergamota, mandarina, rosa, jacinto, pêssego, maracujá, ciclamên, fava tonka, sândalo, vetiver, benjoim, baunilha

Lançado no final da década de 70, Nahema demonstra o início de uma era que seria marcada por fragrâncias densas, complexas, que dominavam ambientes. Conhecido como o perfume de rosas da grife, sua inspiração provém de um conto de Sherazade no livro As Mil e Uma Noites. O conta fala sobre duas irmãs, uma delas Nahema, agitada, obstinada, desejosa, a "filha do fogo". Nahema, o perfume, combina perfeitamente com essa imagem intensa, marcante, um tipo de amor diferente do demonstrado pela grife em perfumes como Shalimar e Mitsouko.

A Rosa de Nahema não segue um caminho suave, ou licoroso, ou senhoril. É uma rosa picante, cujas as pétalas parecem carregadas de um aroma denso. Essas rosas abrem de uma forma complexa, com vários elementos chamando a atenção olfativamente. Primeiramente, percebe-se o lado mais especiado dela, acompanhado de um uso calculado de aldeídos, que não transportam a fragrância em um aroma atalcado e conferem um aroma brilhante e esfumaçado. Aos poucos a rosa ganha um contorno mais floral e frutado, sem nunca perder sua intensidade ou ir numa direção pacífica. Nahema, como perfume, está sempre evoluindo na pele, girando em torno de seu floral de rosas marcante, brilhante. Há um trabalho magnífico da assinatura olfativa da marca, a guerlinade, em nahema, de forma que é possível percebê-la sem que ela tome o foco da composição. A rosa assume o lugar da íris na guerlinade e se combina bem a base de baunilha, benjoim e sândalo, que a envolvem em um agradável aromas adocicado cremoso e amadeirado. O vetiver balanceia essa sensação com um amadeirado mais seco, ao passo que o maracujá confere um frutal exótico perfeito com a temática de Nahema.

Como toda paixão intensa, Nahema não é um perfume fácil de se entender ou gostar a princípio. Sua primeira impressão pode ser assustadora ou cativante, dependendo de sua paixão por composições florais exóticas e especiadas. Intenso com uma criação oitentista, Nahema surpreende pelo seu equilíbrio de várias notas ao redor da bela e inesquecível rosa. Sherazarde, pergunta, ao final do conto sobre Nahema e sua irmã mais tranquila, sobre qual das duas o leitor escolheria. O perfume faz a quem o experimenta essa mesma pergunta, e recomendo só respondê-la após entender sua personalidade, intensa e inesquecível.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com relação a postagem? Escreva aqui
Comments related to the post? Write them here