Pesquisar este blog

23 de abr de 2011

Guerlain Homme Intense - Guerlain Resenha/Review


Notas: menta piperita, rum, folha de ruibarbo, acorde floral, gerânio, patchouli, cedro e vetiver

O público feminino sempre foi o maior alvo da Guerlain, com a criação de inúmeros perfumes e linhas diversificadas para tentar atingir gostos das clientes com necessidades diversas e idades variadas. Para a linha masculina, entretanto, a grife sempre teve um foco mais clássico, com perfumes que pareciam ideais para ocasiões mais formais. Em 2008, Guerlain Homme foi lançado para cobrir a carência por uma criação mais esportiva e que fosse mais atraente para um público mais jovem. Entretanto, se Guerlain Homme atingiu esse propósito ao criar, inspirado no drink mojito, um coquetel de ervas frescas, limão suculento e rum adocicado, que pareciam uma tentativa de criar um fougere alinhado com as tendências atuais, a grife e o perfumista, Thierry Wasser, pareceram não se preocupar com a duração do drink, que acabava rapidamente na pele, após umas 3-4 horas depois mesmo de uma aplicação generosa, decepcionando assim tanto o consumidor tradicional da grife como o novo público que era desejava atingir. Guerlain Homme Intense foi feito exatamente para corrigir esses aspectos do tradicional e assim oferecer uma nova visão da criação original.

A primeira coisa que se nota em relação a Guerlain Homem Intense é uma peculiariedade no comportamento de seu cheiro em relação a sua evolução. Uma Eau de Parfum costuma ter mais destaque e intensidade nas notas de fundo, no cheiro que permanece na pele após algumas horas, sacrificando nesse aspecto a parte dinâmica da saída. Guerlain Homme Intense é uma EDP que não se comporta assim, estendendo o máximo que pode o cheiro da saída e criando uma base que não é intensa como a maioria das EDPs, mas que cria a parte que faltava depois das horas iniciais de evolução do EDT. Em busca de intensidade, parte do aspecto fresco e cítrico é sacrificado em detrimento de uma maior doçura e refrescância mentolada. Homme Intense abre com uma menta herbal, resfrescante e que apenas sugere de longe o seu aspecto doce, que lembra chiclete, para ser rapidamente misturada ao doce e alcóolico do rum. A folha de ruibardo parece ser usada aqui apenas como um toque nesse drink olfativo, mentolado, refrescante e adocicado. Já de início é possível perceber o aroma do patchouli dando um caráter mais amadeirado para quebrar a intensidade da doçura que poderia se formar a princípio. O gerânio, cedro e vetiver são atores secundários na composição, e aparecem conforme o mentolado herbal e doce se dissolve olfativamente. O gerânio confere o cheiro fougere mais clássico, estendendo, com seu aspecto fresco e mentolado, a menta utilizada na saída. Já o vetiver e o cedro criam uma base amadeirada com uma conotação verde, que é bem moderna em seu jeito de utilizar as duas notas de uma forma mais abstrata, para criar um cheiro de madeira que não lembre necessariamente nenhuma das madeiras utilizadas, e sim a idéia de como deve ser um cheiro amadeirado.

Guerlain Homme Intense consegue cumprir a tarefa de criar algo mais duradouro em relação ao seu predecessor na versão EDT, ainda que para isso alguns sacrifícios sejam feitos em seu cheiro inicial. Entretanto, falta-lhe a ele e ao EDT o que é presente em Insolence, a fusão perfeita entre o moderno e o clássico. Homme Intense é mais fiel a qualidade dos perfumes Guerlain e é uma ótima criação mentolada e refrescante para ser apreciada por todas as idades. O que ele não possui é a capacidade de fazer a ponte entre o passado e o presente da marca, de ser estruturalmente um clássico guerlain mas com um verniz moderno e atraente ao consumidor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com relação a postagem? Escreva aqui
Comments related to the post? Write them here