Pesquisar este blog

23 de mar de 2011

Esquel, Lua - Xerjoff



A linha shooting stars da italiana Xerjoff parecia bem promissora. Não é sempre que se vê uma marca disposta a não limitar o preço de suas composições em relação a qualidade das matérias primas a serem utilizadas, dando ao perfumista liberdade de criar algo belo, construído de forma exemplar do começo ao fim. Entretanto, vários perfumes demonstraram uma perigosa semelhança com fórmulas comerciais, com idéias já gastas, nas quais bons materiais podem acrescentar uma interpretação mais elegante , porém não fazem delas um destaque.  Os perfumes da linha feminina parecem sofrer mais com isso do que os masculinos, o que não é comum, visto que justamente para elas é destinado um cuidado maior na criação de perfumes de melhor qualidade. Esquel e Lua, dois dos femininos, apresentam todas essas carecterísticas, que de tão recorrentes em todos as criações tornam a tarefa de descrevê-los um pouco repetitiva. São bons perfumes, porém pagar caro neles é como comprar um pingente feito de ouro 24k e inspirado, ou até mesmo copiado, num modelo vendido num catálogo de bijuterias populares.

Lua
Notas: Melão, bergamota, limão amalfi, lírio, rosa, iris, pimenta rosa, laranja, musk, baunilha

Um floral gourmet de nuances frutais, Lua combina vários aspectos que agradam ao consumidor acostumado com perfumes comerciais, porém sob a justificativa uma elegância atemporal e uma experiência exclusiva. A atemporalidade aqui significa uma criação de apelo universal, que parece tão conhecida que você nem precisa prestar ateção nas notas para saber o que vem logo em seguida. E a exclusividade se resume somente aos materiais, pois Lua não consegue evitar de possuir um aspecto comercial, popular, como de uma pessoa que se tornou rica inesperadamente mas que não perdeu os vícios e costumes de sua vida anterior. O perfume, que poderia ser intenso, misterioro como a Lua, acaba sendo discreto demais, um dos defeitos que alguns xerjoffs possuem, e discreto demais não combina com experiência exclusiva. Há uma abertura inicial de um aroma frutal, fresco, cítrico, onde o melão predomina sobre a bergamota, limão e laranja. O coração do perfume prevalece uma composição de rosa e pimenta rosa, criando um floral frutal especiado cuja a panorâmica olfativa não tem nada de novo a oferecer. O adocicado da baunilha, a cremosidade do musk novamente aparecem aqui e, em vez de contribuírem para criar uma identidade olfativa entre os femininos da marca, apenas faz com que eles pareçam notas de saída e coração criadas sempre sobre a mesma base. Lua é belo, porém comum e facilmente esquecível.

Esquel

Notas: Pimenta Rosa, Iris, Lavanda, Rosa, Patchouli, Baunilha, Opoponax, Fava Tonka

Esquel é oferecido pela marca como uma rara criação feminina nos dias de hoje, um fougere feminino. A marca parece ter percebido que algumas mulheres gostam do cheiro do Le Male, de Jean Paul Gaultier, pois Esquel é uma variação da lavanda aromática e doce de le male. Esquel despe-se do musk retrô e da saída mentolada, mantendo principalmente a lavanda adocicada e um aroma mais herbal do Le Male. É feito um esforço para tornar a saída diferente, com o cheiro floral especiado da combinação de pimenta rosa e iris. Mas, conforme evolui, esquel se transforma gradualmente em um fougere masculino feito feminino por uma base que não tem medo nenhum de usar a baunilha, opoponax e fava tonka, criando assim algo mais doce, sutilmente atalcado, amendoado, uma combinação dos temas de Le Male com  uma base que parece descendente direta do oriental Shalimar da Guerlain, porém sem o aspecto atalcado. Esquel cria um tema diferente, uma tentativa de encaixar notas preferidas da grife, numa idéia já conhecida, e mudando a de público para torná-la unusual. O que funciona em partes, da mesma forma que Dhajala. Esquel peca numa formula em que quase atinge o objetivo, mas que, sem  a ousadia, desperdiça seu dinheiro e soa como mais do mesmo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com relação a postagem? Escreva aqui
Comments related to the post? Write them here