Pesquisar este blog

14 de dez de 2010

I L'Heure Promise - Cartier

Notas:
Ervas frescas, petit grain, iris, sândalo, musk

Em 2009, a renomada relojoaria e joalheria de luxo Cartier entrou para o seleto grupo de grifes do mercado de luxo que possuem uma coleção de perfumes mais exclusivos, voltados para um consumidor de maior poder aquisitivo e que procura criações de maior qualidade e mais elaboradas. Para comemorar o centenário da marca, a grife lançou, utilizando-se do trabalho da excelente perfumista da casa Mathilde Laurent, uma coleção inspirada nas horas do dia chamda Les Heures de Parfum. Ao todo 13 composições serão lançadas, sendo as 5 primeiras já disponibilizadas ao público em 2009.

L'Heure Promise é a primeira hora dessa coleção perfumada, a que captura o momento onde tudo começa nessa homenagem ao tempo. Há um ar retrô verde no aroma de L'Heure Promise, que ao mesmo tempo tem um cheiro moderno, delicado, agradável ao nariz do consumidor não acostumado com fragrâncias mais vintage ou pesadas. Essa primeira hora possui um delicado aroma bucólico e compacto, que parece se estender olfativamente de uma forma devagar, sem muitas reviravoltas. É possível perceber a transição entre um aroma verde de capim, com um delicado floral terroso, para um base amadeirada cremosa aérea.

Essa primeira hora neoclássica abre com um agradável aroma de grama. É um aroma de grama fresca, recem cortada, que sem mistura bem ao floral terroso da iris, criando a impressão de um jardim ainda verde, prestes a florescer em breve. A iris é bem balanceada, possuindo um aroma de terra fresca e algo que remete a tecido limpo, mantendo-se longe do aroma atalcado e metálico da nota. Conforme o tempo passa devagar nessa compacta hora verde, há uma predominância progressiva de um aroma aéreo de um musk cremoso com um amadeirado delicado e abstrato, onde o sândalo perde os seus contorno sensuais e ganha um ar mais primaveril.

Um aroma simples, um pouco pueril e bucólico, L'Heure Promise é uma boa partida para uma coleção de perfumes inspirada nas horas. Essa é uma hora de poucas preocupações, uma hora relaxante e agradável, a ser apreciada especialmente em tempos de tanta correria como o que vivemos na vida moderna.

2 comentários:

+ Q PERFUME disse...

Lembra a amostra que você me deu? Eu usei na semana passada, por coincidência!
Eu acho este perfume mito delicado. É uma hora agradável de passar com uma fragrância de íris por perto. Ela é pura, bem mineral. Muito clara.
Porém, na minha pele o perfume não explodiu como deveria. Não se desenvolveu.
Ficou timido como um relógio de bolso. Eu gostaria que fosse um relógio de parede!!
não sou do tipo que gosta de ter a presença anunciada a kilometros de distância, mas este perfume ficou muito discreto, quase nulo em mim...

Rick disse...

Estávamos sintonizados então Simone!
Ele realmente é bem delicado e a íris dele surpreende pois não é o tipo de íris que estamos acostumados a ver em composições. Uma íris mineral é uma bela definição dele!
Eu tenho a impressão de que ele não explodir na pele talvez seja devido ao musk. Ele me parece ter bastante musk na fórmula. Já vi alguns comentários do lado super discreto dele, mas acho que dei sorte, consigo sentí-lo de uma forma presente, porém sutil, durante o dia.

Postar um comentário

Comentários com relação a postagem? Escreva aqui
Comments related to the post? Write them here