Pesquisar este blog

23 de nov de 2010

L'Ame d'Un Heros - Guerlain

Notas: Sálvia, neróli, bergamota, limão,absinto,cipestre, zimbro, manjericão, ylang-ylang, ambar, patchouli, madeiras, vetiver.

O general Coriolan pode ter perdido a batalha entre os perfumes comerciais, mas não foi totalmente derrotado e esquecido do mapa perfumístico. Com o objetivo de manter seu restrito território de usuários conquistados com seu aroma clássico, porém delicado demais,  a Guerlain o reinterpreta no poéticamente chamado L'Ame d'Un Heros. L'Ame d'Un Heros é uma reinterpretação, uma tentativa de continuar a saga, mesmo que o público a ser atingido agora seja mais seletivo do que o proposto inicialmente.

L'Ame d'Un Heros é fiel ao seu nome, e captura a aura do seu antecessor, Coriolan, fazendo algumas alterações na progressão do aroma. Uma delas é a ausência do acorde chypre na base. O aroma do musgo de carvalho, mesmo que discreto, era perceptível em Coriolan e em L'Ame d'Un Heros sua ausência é notável conforme as notas iniciais e de coração se vão. O musgo aqui, entretanto, não é usado devido a sua recente restrição no uso da perfumaria.

A alma desse herói abre cítrica, de uma forma mais clean, adstringente. O limão e a bergamota dominam a saída, com um aroma aromático herbal da sálvia de fundo. A duração desse instante cítrico é curta, e abre espaço para o coração apimentado e verde da fragrância. O aroma do absinto confere um mentolado amargo que é possível ser notado por alguns momentos, e que dá espaço para um aroma apimentado seco e amadeirado. O amadeirado da base evolui para um aroma dominado pelo patchouli no fundo, um patchouli seco e salgado, com pitadas de madeira para conferir um pouco de complexidade.

O maior problema da alma desse herói é que ela parece pálida demais. Todos os acordes são utilizados de forma microscópica, e é preciso muita atenção para percebê-los durante a curta evolução na pele. L'Ame d'Un Heros sofre com a falta do aroma chypre e apesar de ser fiel ao seu antecessor, fazendo algumas alterações na progressão dos acordes que funcionam bem, a falta de presença atrapalha uma apreciação mais completa desse herói. Coriolan pode ter ressurgido, mas mais como o fantasma de um herói do que a sua alma propriamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com relação a postagem? Escreva aqui
Comments related to the post? Write them here