Pesquisar este blog

26 de nov de 2010

Arsene Lupin Voyou - Guerlain


Notas:

Laranja amarga, coentro,artemísia, pimenta rosa, rosa, sândalo, patchouli, benjoim, musk

Arsene Lupin Voyou é a segunda parte do duo masculino lançado pela Guerlain esse ano para homenagear o personagem ficcional francês Arsene Lupin, um misto de bandido e detetive, romântico e apaixonado pelas mulheres, que as conquista, mas ao mesmo tempo leva suas riquezas. Tentando capturar a dualidade de sua personalidade, cada uma das duas fragrâncias possuem estilos diferentes e são voltadas a públicos específicos. Ao passo que Dandy é um perfume feito de aromas conservadores, clássicos, de uma leveza moderna, Voyou se dedica a explorar olfativamente o lado romântico do personagem.

Dandy e Voyou parecem capturar o que no mundo da moda é chamado de beleza editorial e beleza comercial. A beleza editorial se arrisca em extrair imagens e combinações uma arte mais impactante, que nem sempre irá agradar a todo o público. Já a beleza comercial se vale do mais agradável aos olhos, o que chama atenção não pelo exotismo, pela saturação, pela brincadeira com os visuais, mas sim pela proporção, pela combinação, pelos traços agradáveis. Se tais conceitos fossem transpostos para a perfumaria, Dandy seria o mais editorial e  adulto da dupla, cabendo a Voyou a beleza de um jovem de traços ainda adolescentes em amadurecimento.

Voyou seduz por um contraste de aromas aromáticos e cítricos sobre uma base saturada em um musk cremoso completada por um toque romântico de rosas e benjoim. Nosso belo e jovem cavalheiro abre com um adocicado cítrico de laranja, que nos envolve aos poucos em uma cortina verde, herbal aromática de artemísia e coentro, formando um acorde que parece ter sido retirado de um fougere aromático consagrado. O lado romântico, de um floral sutil e elegante, se descortina sem que percebamos. A beleza de nosso jovem é construída sobre uma estrutura comum, conhecida por agradar o olfato. O musk e a pimenta rosa dominam a progressão, criando um aroma especiado, levemente frutado, de um almiscarado cremoso, aéreo. O uso da rosa, sândalo, benjoim e patchouli criam um charmoso e inesperado floral resinoso adocicado. Juntos, passam uma impressão de rosas abaunilhadas que não são doces demais, nem florais demais. O aroma das rosas e do doce do benjoim parece emergir de dentro do aroma do musk, como se fosse parte dele, sendo ambos arrendodados pelo amadeirado adocicado do sândalo e por uma dose pequena canforada de patchouli.

 Se Dandy nos conquista pelo seu ar retrô-moderno, Voyou nos apaixona pela sua beleza sem exigências. O ar misterioso é substituído por um sorriso irresistível de uma combinação que sabe que é bela; mesmo que tendo consciência de que sua beleza seja comum, a explora da melhor forma possível, tentando ainda sim acrescentar algo diferente ao seu charme natural.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com relação a postagem? Escreva aqui
Comments related to the post? Write them here