Pesquisar este blog

25 de nov de 2010

Arsene Lupin Dandy - Guerlain


Notas:
Bergamota, laranja amarga, cardamomo, pimenta rosa, olíbano, patchouli, sândalo, violeta, olíbano, couro, patchouli, musk


Arséne Lupin Dandy & Voyou formam um duo de fragrâncias, lançados esse ano pela grife Guerlain, inspirados num personagem de literatura francesa. Arséne Lupin é um cavalheiro ficcional criado por Maurice LeBlanc, uma mistura de ladrão com detetive, um misto de Sherlock Holmes e Robin Hood. Apaixonado pelas mulheres, o personagem é conhecido por roubar suas jóias e dinheiro e deixar em troca buquês de flores para as amadas roubadas.

Arséne Lupin Dandy é a parte da dupla perfumística criada por Jean Paul Guerlain e que tem o objetivo de capturar o lado clássico do personagem ficcional. A composição traz traços da estrutura utilizada em perfumes anteriores da marca, como Coriolan,Chamade e L'Ame d'Un Heros, mas num contexto focado no aroma do couro e na construção de um chypre verde moderno.

Nosso Dandy alia tradição e modernidade de uma forma inversamente progressiva ao que estamos acostumados em um perfume. Arsene nos seduz com seu acorde másculo e seco, que utiliza aspectos de um acorde chypre sem nunca ir profundamente no aroma amargo, resinoso típico dessa estrutura. A saída possui um aroma verde, seco, de tinta vegetal, com uso de gálbano para trazer o aroma clássico masculino para o chypre acourado moderno. O gálbano, apesar de não divulgado na pirâmide oficial de notas, é a primeira impressão do perfume na pele, é o aroma que nos faz prestar atenção ao nosso sedutor Arsene. O aroma de couro, seco, animálico, rapidamente surge do accorde verde e resinoso de gálbano, e é suavizado pela discrição das notas cítricas e complementado por um aroma musgoso sutil e clean, um musgo pegado emprestado de mitsouko para compor o aroma chypre acourado.

Arsene é másculo, clássico, mas como uma leveza inesperada para um perfume chypre acourado.O que deveria ser a base, a impressão que fica, é trazida para o foco primeiramente e se dissipa deixando espaço para uma estrutura mais leve, almiscarada, desaparecer progressivamente da pele, sem deixar rastros criminosos. Num segundo momento, o aroma floral verde e elegante das violeta se combina com um almiscarado clean e um patchouli amadeirado, evoluindo rapidamente para um aroma especiado cremoso e mentolado de cardamomo, pimenta rosa e olíbano. O aroma do cardamomo domina a evolução em direção a base, que deixa a sua última impressão com o amadeirado do sândalo e a continuação do aroma resinoso-mentolado do ólibano na pele.

Poucos perfumes conseguem aliar classicismoXmodernidade de uma forma cavalheira. Arséne Lupin Dandy é um que se destaca pelo ótimo balanço entre as partes, pela ousadia em resgatar um aroma chypre acourado e despí-lo de seu possível lado pesado, aliando-o a uma sofisticada e suave base de especiarias, resinas e madeiras. Nosso detetive e bandido é coerente e charmoso, másculo sem ser bruto, e nos deixa a espera de sua nova aparição olfativa.

3 comentários:

+ Q PERFUME disse...

Amo fragrâncias Sherlock Holmes - para mim back to black de By Kilian é totalmente Sherlock Holmes - lembra da minha resenha?

Te lanço a pergunta: qual deles é mais SH?

beijos

Rick disse...

Lembro sim - aliás, uma ótima resenha que captura muito bem o estado do perfume. Eu acho que o Back to Black tem uma aura mais pesada, intensa, misteriosa, que acaba sendo mais SH. Arsene Lupin Dandy me parece mais um Sherlock Holmes mais moderno. A saída de couro, gálbano e musgo é extremamente marcante, e o que vem depois supreende pela leveza inesperada.

Bjos!

+ Q PERFUME disse...

Então Black to Back is Sherlock Holmes e Arsene Lupin Dandy é mais Tom Seleck sendo Thomas Magnum ou Tele savallas em Kojak? hahahahahaha!

Postar um comentário

Comentários com relação a postagem? Escreva aqui
Comments related to the post? Write them here