Pesquisar este blog

18 de nov de 2010

Allure (Versão Pure Parfum ) - Chanel


Notas:
Bergamota, laranja mandarina, pêssego, baunilha, rosa, jasmim, peônia, magnólia, lotus, vetiver, cedro

Impressões Pessoais

Como definir o charme, o aspecto encantador de uma mulher? E como fazer isso de uma forma universal, abstrata, e ainda sim reconhecível? A Chanel, em 1997, aventurou-se nesse desafio ao lançar Allure. Allure parece ter sido feito para a mulher Chanel moderna, interpretando-o de uma forma que agrade a todas as mulheres, de todas as etnias e idades, moldando-o como um perfume coringa, como uma roupa que se adeque as mais diferentes situações e que ainda sim seja elegante e atraente.

O tema de encanto, atração universal pode ser perigoso, pois ao tentar agradar a todos, há grandes chances de produzir-se um aroma genérico, que não consiga ser identificado como pertecente a uma determinada grife. Allure evita esse caminho ao aliar, ao seu aroma floral com nuances frutais e um delicado fundo de baunilha, os famosos aldeídos que tornaram Chanel No 5 uma das lendas da perfumaria. O aroma deles não é dominante na criação, mas serve como uma assinatura olfativa combinada com o aroma das flores presente na composição.

A versão pure parfum se revela cheio de delicados e encantadores contornos olfativos. Há uma rápida abertura frutal sedosa, discreta, onde o aroma do pêssego combinado as notas cítricas da bergamota e mandarina acaba produzindo uma sensação de pele perfumada, sedosa, cintilante. Conforme o aroma progride na pele, um corpo floral, dominado pelo jasmim e rosa, adquire vida de uma forma abstrata e minimalista. As flores são representadas não em sua sensualidade carnal, que poderia limitá-lo a um determinado grupo feminino, ou em seu aroma primaveril, ou ainda em sua exoticidade. É capturado, por meio de uma rosa sedosa e um jasmim frutado, o lado delicado, belo, charmoso das flores, como uma beleza abstrata de um buquet onde apenas a forma da flor é mantida. A criação é finalizada de uma forma discretamente quente e amadeirada, onde um aroma amadeirado seco, ligeiramente ambarado é balanceado pela doçura da baunilha.

Allure em sua versão pure parfum capta a delicadeza da beleza, atração de uma mulher de uma forma abstrata, difícil de ser realmente definida, mas de uma forma agradável e presente. Allure não força a sua sensualidade, não se utiliza de notas gritantes, ultraadocicadas ou narcóticas, para passar sua mensagem. Ele é simplesmente irresistível por sua coerência, qualidade, seu aroma sempre presente, mas nunca dominante. É o tipo de perfume que se sente em uma mulher ao abraçá-la, e que deixa uma delicada memória olfativa que nos leva a querer sentí-lo novamente.

5 comentários:

pisciana disse...

Adoro Allure como você disse para mim um perfume coringa.O pure parfum sempre imaginei devia ser suave demais acho que pela tua resenha é isso mesmo.Pelos comentários finais,vale a pena ficar com esse cheiro de pele perfumada então,deve ter fixação boa.

Rick disse...

É um perfume muito elegante, apesar de suave. É aquele tipo de perfume que serve perfeitamente para ocasiões onde não se quer passar desapercebido, mas também não incomodar ninguém. O pure parfum fixa bem, mas não é intenso, e me parece ser do tipo que agrada as fãs do perfume em suas outras versões.

+ Q PERFUME disse...

Amei esta resenha, muito bem escrita, muito bem pensada. Parabéns querido!
Fiquei curiosa em experimentar esta fragrância.
Eu não sou muito fã de pêssego, mas ultimamente encontrei acordes interessantes que levam a fruta. Peche Noir e Petit Chérie são dois exemplos dele. Espero que não seja muito doce, e que a baunilha seja seca e não gourmand demais. Adoro esta idéia de perfume discreto porém encantador! É a minha cara!


Vai para a minha lista de desejos.

beijos

Rick disse...

Obrigado Simone! É um comentário considerável de alguém que escreve tão bem como você.
O uso do pêssego não é predominante, nem muito doce, e confere um aroma sedoso, mais próximo do cheiro da pele do pêssego, e que evolui rapidamente, dando espaço para as outras notas. A baunilha também não é muito gourmand nem muito seca, é bem balanceada. Acho que você iria gostar muito mesmo dele. Ainda dá tempo de colocar na lista de presentes de natal rsrsrsrs

Bjos!

+ Q PERFUME disse...

Você sabe me tentar!!! rsrsrs

Postar um comentário

Comentários com relação a postagem? Escreva aqui
Comments related to the post? Write them here