Pesquisar este blog

27 de nov de 2010

Aedes de Venustas - L'Artisan Parfumeur


Notas:
Laranja, pimenta rosa, cardamomo, incenso, pimenta, rosa, iris, cedro, patchouli, café, opoponax, benjoim, musgo de carvalho

A perfumaria muitas vezes se aproxima da pintura, como se as essências fossem cores em diversas tonalidades, prontas para serem utlizadas pela visão artística de um perfumistas, que irá compor com um elas um belo quadro, capaz de capturar uma certa luminosidade, cor, sensação, onde a tela e o desenrolar de sua criação é a pele do usuário. Assim como um artista, alguns perfumistas parecem trabalhar com uma série de criações estruturadas ao redor de um tema em comum, onde cada criação procurar utilizar a mesma estrutura, variando a presença de uma determinada nota ou estudando a diferença que o acréscimo de uma nova essência traz a uma máquina olfativa pronta.

Bertrand Douchafour funciona dessa forma, como um pintor, e sua série de estudos olfativo envolve o uso de incenso, notas amadeiradas e especiarias. Ao conhecer um perfume seu, é possível perceber que esse tema se espalha e varia grandemente em suas criações. A série parece ter começado em seus trabalhos com a temática incenso para a grife comme des garcons, cujo um dos resultados é o ótimo incenso resinoso com café do perfume Kyoto. Ainda na temática incenso, Douchafour produziu, na série de viagens olfativas para a marca L'Artisan, Dzonghka, que parece combinar o cheiro do incenso com o amadeirado seco do cedro e aroma floral da íris em um perfume que na pele tem uma difusão perfeita e deixa um rastro meditativo, seco, marcante.

O perfume produzido por ele para a loja de nicho Aedes de Venustas, em parceria com a grife L'Artisan, é mais uma variação na temática incensada, resinosa que ele desenvolveu em Kyoto e Dzonghka, entre outros perfumes dele que também estão centrados nessa idéia olfativa. O perfume da Aedes parece uma idéia balanceada entre o incenso religoso, espiritual de Kyoto e incenso amadeirado e floral de Dzonghka. O perfume parece se dinfundir pela pele como um incenso seco, suave, entre um aroma etéreo de um ambiente ceremonial e o cheiro mais marcado de um perfume luxuoso de incenso na pele. O aroma da laranja e da pimenta rosa são perceptíveis entre o resinoso cítrico do incenso na saída de Aedes, e formam um contraste cítrico e especiado doce com a agradável fumaça aromática que se destaca da pele. Aos poucos, o aroma de cedro e iris dominante em Dzonghka parece emergir do incenso de Aedes, complementado por um apimentado seco. Há um maior equílíbrio no aroma do cedro em Aedes, que parece menos seco e sem a nuance metálica, e a iris vai numa direção mais terrosa, menos floral.

O que mais surpreende em Aedes é a dominância do café na pele após algumas horas de evolução. O aroma de café dele é o mesmo que fica impregnado nas mãos após tomarmos uma xícara de café. É aquele cheiro que parece dominar a pele caso um pouco caia para fora da xícara, um cheiro seco, amadeirado, torrado. E que funciona perfeitamente no contexto de Aedes, como uma extensão do incenso, especiarias e cedro anteriormente desenvolvidos. O café se aproxima do café trabalhado por Douchafour em Kyoto, só que há um espaço entre o aroma do café e do incenso, que em Kyoto se desenvolvem entrelaçados na pele. O café em aedes está combinado com um aroma defumado adocicado, levemente musgoso, e se aproxima deliciosamente de uma base chypre sem se aprofundar no aroma musgoso que poderia torná-lo um interessante chypre de café.

Bons perfumistas, assim como bons artistas, conseguem criar variações interessantes de seu trabalho. E Aedes de Venustas demonstra a habilidade de Douchafour em vestir e extender o aroma do incenso em diversas direções. Aedes possui um aroma contemplativo, menos espiritual ou intenso que Dzonghka e Kyoto, e que pode vir a funcionar para aqueles que conheceram os anteriormente mencionados e por algum detalhe não gostaram da execução do incensado amadeirado que os permeia do começo ao fim.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com relação a postagem? Escreva aqui
Comments related to the post? Write them here