Pesquisar este blog

11 de set de 2010

Youth Dew Amber Nude - Estee Lauder

Drew Barrymore em campanha da Gucci

Pirâmide Olfativa:

Notas de saída: Magnólia, Gengibre, Canela, Chá, Grapefruit

Notas de coração: Cravo, Jasmim, Ylang-Ylang, Rosa

Notas de Fundo: Sândalo, Ambar, Patchouli, Vetiver, Chocolate Amargo

Impressões:

Youth Dew Amber Nude é, a princípio, estranho, complexo, mais que uma homenagem ao primeiro perfume lançado da marca, Youth Dew, um sucesso de vendas e um grande propulsor da  Estee Lauder no solo americano. A criação original era um produto acessível as mulheres americanas, feito para ser um prazer cotidiano e não somente reservado a dias especiais, algo de qualidade e com um preço não muito alto. Ele é estranho para os padrões atuais, resinoso e floral seco, com algo animálico, bem diferente do aroma clean, de banho tomado, ou do aroma frutal doce, duas tendências dominantes para o consumidor americano moderno.

Para a homenagear um perfume que teve um papel decisivo para o sucesso da marca, a grife colocou sob a direção criativa de Tom Ford Youth Dew Amber Nude.  Desde a época de sua direção criativa das grifes Yves Saint Lauren e Gucci, é possível perceber em Tom Ford a escolha de aromas sensuais, intensos, marcantes, que parecem ficar gravados no olfato, perfumes para serem usados por uma mulher ousada, que entende de seu apelo sedutor e se utiliza da melhor forma possível disso. Associado a Tom Ford nessa criação temos o perfumista Christophe Laudamiel, um ousado perfumista que é conhecido pela interpretação olfativa do livro, adaptado posteriormente para filme, Perfume: A História de um Assassino, interpretação feita em um coffret de 15 perfumes em tiragem limitada em parceria com Thierry Mugler. A parceria não poderia funciona perfeitamente para produzir sensualidade moderna, complexa, digna de um clássico moderno.



Amber Nude reinterpreta o aroma balsâmico, floral seco, denso e  animálico do tradicional, porém num contexto onde o lado mais suave, jovem, gourmand é explorado. Sua complexidade é exposta em pequenos detalhes, em movimentos progressivos e constantes do aroma na pele.Essa complexidade de camadas olfativas o torna estranho, repulsivo, e ao mesmo tempo atraente, irresistível, como se amor e o ódio estivessem presentes durante a evolução e trocando de lugares o tempo todo até a fragrância estabilizar em um último movimento olfativo.

A saída é densa sem ser sufocante, insuportável O  primeiro contado com o perfume na pele já revela um aroma especiado,  quente, confortável, que forma uma espécie de filme protetor olfativo, com um aroma picante de leves nuances cítricas e de chá. Já é possível perceber nesse momento a dualidade do aroma, como se a  sensualidade do Youth Dew tradicional fosse desconstruída e reconstruída e atualizada para essa versão amber nude. As especiarias e o lado cítrico sutil formam uma espécie de confortoXsensualidade, aroma resinosoXsugestão gourmand.

Com o tempo, as especiarias se projetam em direção ao aroma das flores, que começam a se destacar na pele. São flores, de certa forma, senhoris,  sensuais de uma forma fechada, densa, negra.E as flores ajudam a ressaltar o lado balsâmico, animálico, sujo, que se escondem nessa homenagem a Youth Dew, como uma lembrança intermitente do aroma tradicional. O lado discretamente sujo aparece e desaparece várias vezes na pele entre as flores secas, densas e o apelo picante e quente das especiarias. Aos poucos o  animálico, sujo, vai cedendo espaço a um acorde gourmand, alcóolico, que  convive lado a lado com algo incensado e especiado metálico. O cheiro alcóolico é doce e lembra em alguns momentos rum, e em  outros momentos o aroma de chocolate amargo.

Junto a esse aroma há, como que uma contribuição do Tom Ford a essa homenagem, a assinatura  especiada, incensada, metálica, do perfume nu edp, que se casa  perfeitamente com o acorde gourmand, para aos poucos silenciá-lo e fazer com o que o seu cheiro predomine na pele após umas 8 horas.



E assim o perfume fecha, como que se Tom Ford e Laudamiel quisesse nos mostrar que Youth Dew Amber nude é o representante moderno da sensualidade balsâmica, animálica, suja e complexa criada por Youth Dew tradicional, criado para a mulher moderna e que gosta de correr os riscos certos na escolha de seu perfume.

2 comentários:

Lilia disse...

Não conheço o Youth Dew original mas como ouço falar dele!! E bem!

Rick disse...

Eu diria que o Youth Dew Amber Nude é melhor que o tradicional. O Tradicional possui um cheiro meio animálico, que não faz tanto sucesso com o consumidor moderno.

Postar um comentário

Comentários com relação a postagem? Escreva aqui
Comments related to the post? Write them here